Faça isto para aproveitar melhor as aulas de inglês

Estas dicas de postura e pensamentos podem ajudar a não desanimar e aproveitar melhor cada momento das aulas de inglês

O inglês se tornou a língua universal de praticamente tudo que almejamos fazer ultimamente: é o principal idioma no mundo dos negócios, se faz necessária em mestrados e até graduações no modelo de ensino internacionalizado e é crucial para os que almejam tentar estudar e/ou trabalhar fora do país (mesmo que esse seja um plano pausado no momento em decorrência da pandemia de coronavírus). Sendo assim, as aulas de inglês passam a ser o ponto principal para iniciar qualquer projeto.

Porém, manter o ritmo de aprendizado, o interesse e o foco pode ser um desafio quando é necessário conciliar os estudos com outras tarefas como outros estudos ou trabalho, por exemplo. Essa motivação costuma estar em alta quando a pessoa inicia um curso. Mas, basta chegar o período de férias ou a concorrência com algum tema mais urgente para a preguiça e o desânimo de estudar infelizmente darem as caras.

Apesar disso, existem algumas dicas de postura e pensamentos que podem ajudar a não desanimar e aproveitar melhor cada momento das aulas de inglês. Veja abaixo:

Pense por que iniciou os estudos e lembre-se de onde quer chegar

Provavelmente você teve um bom motivo para investir seu dinheiro e seu tempo neste aprendizado, seja pelo prazer de conhecer uma nova língua, pela vontade de ter uma vivência internacional, para cursos no exterior ou para uma posição melhor no trabalho.Foque no benefício que esse estudo te trará. Isso ajudará a manter o foco sempre que o cansaço ou o desânimo aparecerem.

Desafie-se

Faça desafios a si mesmo. E vá dos mais simples, como aprender novas palavras todos os dias, ler uma notícia em inglês e assistir a um programa em inglês por semana, até os mais difíceis, como alcançar nota máxima na prova do curso e prestar uma certificação internacional de proficiência, que valida o seu aprendizado. Ao ter desafios a serem vencidos, naturalmente você traça um plano de ação para alcançar o objetivo maior dos estudos e o ânimo fica mais elevado

Veja também

Treine a pronúncia e o ritmo da fala

A leitura, a escrita e a compreensão auditiva são habilidades que naturalmente são estimuladas durante as aulas. Apesar disso, a fala e a pronúncia, que sãoextremamente importantes para se comunicar no novo idioma, dependem muito mais do aluno para serem desenvolvidas e hoje representam uma das maiores dificuldades quando o curso é finalizado. É possível ver de forma recorrente pessoas que concluíram os estudos, mas que não são capazes de falar com fluência.

Muitos sons presentes na língua inglesa não fazem parte da fonética da nossa língua nativa, então é importante investir tempo de estudo nessa prática e isso é algo que apenas você mesmo pode realizar. Mas com bastante treino é totalmente possível alcançar altos níveis de fluência.

Ouvir e ler simultaneamente (letras de músicas, audiobooks, notícias etc) para estimular a identificação e associação da palavra escrita com sua pronúncia e entonação quando combinada em frase podem ajudar na tarefa; buscar o contato frequente com o idioma por meio da expressão em voz alta das suas opiniões sobre temas que fazem parte do mercado em que atua também é outra opção válida; e valorizar os aspectos paralinguísticos, já que a comunicação verbal é normalmente acompanhada de aspectos não-verbais quem contribuem para uma interação mais eficiente e natural, como o tom de voz, o ritmo da fala e o volume utilizado também é essencial.

Outra boa alternativa é participar de grupos fechados, em que membros de diversos lugares do mundo trocam figurinhas sobre videogames, filmes, música e hobbies. Assim, além de treinar sua escrita com base em gírias e termos regionais, você pode, de bônus, conquistar algumas boas amizades.

Existem também ferramentas online que ajudam no aprimoramento da escrita, como o Write&Improve, recurso gratuito que corrige suas redações e fornece um feedback do que pode ser melhorado na gramática e no vocabulário.

Colocando em prática essas dicas e fazendo o possível para perseguir seus objetivos você conseguirá deixar o desanimo de lado, mesmo em tempos difíceis, e se lembrar do porquê começou a estudar inglês e de todo seu ganho pessoal e profissional assim que conseguir concluir essa tarefa.

Veja mais dicas de inglês da Cambridge

É melhor ter no currículo um exame de nível ou teste multinível de inglês?

Use estas duas técnicas para aprimorar a leitura em inglês

3 profissões em alta que exigem conhecimento afiado de inglês

Como discordar em inglês, sem parecer mal-educado? Veja exemplos

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ S/A? Clique aqui e assine VOCÊ S/A.

Gosta da VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante

*Alberto Costa é Senior Assessment Manager de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge especializado em certificação internacional de língua inglesa e preparo de professores.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: