Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Wall Street comemora novos recordes. Ibovespa assinala quarta alta seguida

Motivo: o desemprego nos EUA caiu mais do que esperado, e o varejo subiu. Por aqui, o destaque todo ficou com a Hering – alta de 28%.

Por Bruno Carbinatto Atualizado em 15 abr 2021, 18h39 - Publicado em 15 abr 2021, 18h36

A quinta-feira foi marcada por um belo agito nas bolsas de New York após a divulgação de resultados acima do esperado para a economia americana no mês de março – dados que levaram até os investidores mais pessimistas a apostar em uma melhora no futuro próximo do país.

O número que protagonizou o noticiário do dia foi o de pedidos de seguro desemprego requisitados pelos americanos no mês de março: enquanto as previsões giravam em torno de 710 mil novos pedidos, apenas 576 mil foram registrados — o menor patamar desde março de 2020, quando a pandemia se instalou.

Menos desempregados significa também mais consumidores, o que, é claro, anima os mercados. E o impacto parece já estar sendo observado: também hoje o Departamento do Comércio dos EUA anunciou que as vendas de varejo no país subiram 9,7% em março (o previsto ficava em torno de 7%). É o maior aumento desde maio de 2020, puxado pelas políticas de estímulo do governo Biden e relaxamento nas medidas de restrição de movimento com o recuo da pandemia.

Resultado? O S&P 500, índice mais importante dos EUA, subiu 1,11%, e renovou sua máxima histórica, que agora é de 4.170 pontos – um impressionante ganho de 45% em 12 meses. O Índice Nasdaq (1,31%) e o Dow Jones (0,90%) também fecharam em pontuações recorde (veja mais abaixo).   

Os dados liberados hoje evidenciaram que o processo de recuperação da economia americana pós-pandemia pode ser mais rápido do que o previsto anteriormente. A vacinação em massa no país, em uma velocidade invejável, ajuda: são cerca de 3,3 milhões de doses aplicadas todos os dias. 

A campanha de imunização até teve um baque recente com a suspensão temporária da aplicação da vacina da Johnson & Johnson no país para investigar possíveis eventos adversos raros envolvendo coágulos relacionados ao imunizante, mas não foi suficiente para derrubar o ânimo dos mercados – o governo americano anunciou que tem doses reservadas das farmacêuticas Pfizer e Moderna para imunizar quase toda a população americana.

Outro ponto que mantém o otimismo do mercado americano é o mega pacote de investimentos em infraestrutura proposto pelo governo Biden, que parece ter conquistado de vez a confiança dos investidores e, ao que tudo indica, será aprovado em breve pelo legislativo do país.

Todo esse otimismo respingou também na Europa: o índice Stoxx 600 subiu 0,54% e fechou em seu maior patamar desde fevereiro de 2020. Não era para menos. O FMI anunciou que as economias da região provavelmente devem retornar aos níveis pré-pandêmicos no ano que vem – e que o PIB do continente deve crescer 3,9% em 2022.

No Brasil

As boas notícias no exterior até foram bem recebidas na B3, mas não se viu uma subida tão grande. Na verdade, o dia foi marcado por instabilidade: enquanto na máxima, atingida pela manhã, o Ibovespa ultrapassou a marca de 121.300 pontos, de tarde o índice quase perdeu os 120 mil pontos conquistados ontem após uma queda de -0,12%. No fim, reagiu e fechou com um crescimento bem vindo, de 0,34%.

Uma leitura possível é que a preocupação com a questão fiscal tenha começado a apertar após a Faria Lima ter tido seus dias de avestruz e deixado de lado, pelo menos temporariamente, os temores com a novela do Orçamento, que ainda gera um impasse entre Planalto e Congresso e tende a piorar com a abertura da CPI da pandemia. Mesmo asim, o fato é que essa já é a quarta alta seguida do índice.

Quem protagonizou a quinta-feira, sem dúvidas, foi a Hering. As ações dela deram um salto épico de 28% após a da varejista de vestuário anunciar ao mercado que havia negado uma proposta de fusão da Arezzo, varejista de calçados e bolsas, feita no último dia 7. Detalhe: ninguém sabia da tal negociação. 

Os investidores, então, entenderam que há uma grande chance de a Hering ser vendida, e por um ágio razoável sobre o valor de mercado que tinha até ontem (de R$ 2,7 bi).

O cenário é favorável para que uma nova tentativa da Arezzo apareça, dessa vez com números melhores — ou mesmo que outra empresa do ramo tente entrar na competição. Nisso, o valor de mercado da Hering saltou para R$ 3,4 bi ao longo do pregão – R$ 750 milhões de ganho. Num ano cheio de feriados antecipados, o Natal chegou mais cedo para os acionistas da malharia.     

Maiores altas

Hering: 28,13%

JBS: 3,63%

Braskem: 3,54%

Continua após a publicidade

WEG: 2,72%

Eztec: 2,50%

Maiores baixas

Pão de Açúcar: -5,08%

Petrorio: -4,13%

IRB Brasil: -2,95%

SulAmérica: -1,96%

Petrobras PN: -1,95%

Ibovespa: +0,34%, aos 120.700 pontos

Em NY:

S&P 500: +1,11%, aos 4.170 pontos

Nasdaq: +1,31%, aos 14.038 pontos

Dow Jones: +0,90%, aos 34.036 pontos

Dólar: -0,75%, a R$ 5,62

Petróleo

Brent: +0,54%, a US$ 66,94 

WTI: +0,49%, a US$ 63,46

Minério de ferro: +2,81%, para US$ 178,41 a tonelada, no porto de Qingdao (China) 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VC S/A! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

App VC S/A para celular e tablet, atualizado mensalmente.


a partir de R$ 12,90/mês