Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Esperança de que haja uma mola no fundo do poço garante alta do Ibovespa

Mineração e tecnologia, dois setores que apanharam nos últimos 12 meses, seguram o índice no positivo: 0,71% nesta quinta.

Por Alexandre Versignassi 19 Maio 2022, 17h42

“Buy the dip” (“compre na baixa”) é um mantra do mercado financeiro. Nem sempre dá certo, pois no fundo de certos poços há um alçapão. Mas às vezes há uma mola. Nunca dá para saber com certeza: os poços do mercado financeiro são como buracos negros. Nem a luz escapa deles. É impossível enxergar o alçapão ou a mola. Mas nunca falta quem aposte na mola. 

Foi o que aconteceu hoje. O Ibovespa fechou em 0,71%, na contramão do exterior (-0,59% no S&P 500). Em quem garantiu a alta foram justamente os setores que mais têm levado um couro do mercado nos últimos tempos. No caso, mineração/siderurgia e tecnologia. Olha só. 

Na turma do metal:

CSN Mineração: alta de 9,56% hoje, versus -57% nos últimos 12 meses

CSN: 7,54%, versus -63%

Usiminas: 5,20%, versus -49%

E na da tecnologia:

Méliuz:  5,13% hoje, versus -65% nos últimos 12 meses

Locaweb: 5,97%, versus -70%

Seja como for, a esperança de que haja uma mola no fundo do poço da mineração/siderurgia é mais sólida. A alta do minério de ferro hoje foi discreta (0,64%), e os lockdowns seguem pressionando a China, a grande cliente do mundo nessa área. Por outro lado, há alguma expectativa de que Pequim lance estímulos econômicos relevantes para segurar a economia – precisamente o contrário do que o resto do mundo vem fazendo. 

E há manga para isso. Enquanto a inflação em 12 meses nos EUA e na Europa roça na linha vermelha dos dois dígitos (e a nossa já ultrapassou), na China ela está em 2%. Ou seja: se na maior parte do mundo só há horizonte para mais aperto monetário, na China o cenário parece menos intranquilo. A ver. 

Também ajudou o fato de a CSN Mineração ter anunciado ontem a distribuição de R$ 0,45 em dividendos por ação. Isso dá 11% sobre o preço de fechamento da ação ontem (R$ 4,08). Se isso não é um indício de que a ação está barata, não sabemos o que é. 

No total, isso dá uma remuneração de R$ 2,52 bilhões, referentes ao ano de 2021. Outros R$ 2,32 bilhões sobre o mesmo período já tinham sido pagos. Ou seja: se os lucros seguirem na mesma linha, quem comprar pelo preço atual tende a ganhar 20% em dividendos em JCP. Trata-se de algo fora da curva. Logo, o preço tende a subir. Foi o que aconteceu hoje. O BB-BI, por exemplo, trabalha com um preço alvo de R$ 8 para o final de 2022, um salto de quase 100% em relação ao valor atual.  

Resta saber se há mesmo uma mola lá no fundo. Mas tudo bem. Se alguém soubesse de fato, não haveria mercado financeiro.

Até amanhã

Compartilhe essa matéria via:

Maiores altas

CSN Mineração (CMIN3): 9,56%

Continua após a publicidade

CSN (CSNA3): 7,54%

Locaweb (LWSA3): 5,97%

Inter (BIDI11): 5,94%

Usiminas (USIM5): 5,20%

Maiores baixas

Petz (PETZ3): -4,61%

Hapvida (HAPV3): -4,11%

Weg (WEGE3): -3,25%

Dexco (DXCO3): -2,71%

Vibra (VBBR3): -1,89%

Ibovespa: 0,71%, a 107.005 pontos

Em NY:

S&P 500: -0,59%, a 3.900 pontos

Nasdaq: -0,26%, a 11.388 pontos

Dow Jones: -0,75%, a 31.253 pontos

Dólar: -1,32%, a R$ 4,9168

Petróleo

Brent: 2,69%, a US$ 112,04

WTI: 2,66%, a US$ 109,89

Minério de ferro: 0,64%, US$ 127,57 no porto de Qingdao (China)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês