Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Os segredos para usar o Instagram a favor da sua marca

Especialistas dizem o que não pode faltar na sua estratégia de comunicação com os seguidores da sua empresa nessa rede social.

Por Katia Cardoso Atualizado em 26 jan 2021, 20h26 - Publicado em 27 jan 2021, 17h00

O Instagram, serviço de compartilhamento de fotos pertencente ao Facebook, já alcançou a marca de 1 bilhão de usuários no mundo. Com um público desse tamanho, é fácil entender por que cada vez mais empresas escolhem esse canal para passar informações e conquistar seguidores. Exemplos de quem já entendeu como fazer isso não faltam. Um deles vem da Nike. A companhia de artigos esportivos usa vídeos curtos para gerar engajamento.

Outra que também explora estrategicamente esse espaço é a Ben & Jerry’s, sorveteria norte-americana que chegou ao Brasil há quatro anos e tornou-se conhecida também por defender causas sociais. “Marcas que conseguem trazer autenticidade e se associar às bandeiras que os jovens defendem – como respeito à diversidade e ao meio ambiente – se destacam nessa plataforma”, diz Willian Rocha, professor de mídias sociais da Escola Superior de  Propaganda e Marketing, do Rio de Janeiro.

Quem deseja se dar bem, sobretudo com as novas gerações, precisa publicar conteúdos inspiradores, dizem os especialistas. “A rede é basicamente visual. Então, é importante motivar as pessoas com boas mensagens”, afirma Rocha. Outro recurso que faz diferença são os stories. Lançado em 2016, a ferramenta permite criar vídeos curtos, que desaparecem após 24 horas.

Para quem quer transformar essa plataforma em um canal de comunicação, é importante selecionar bem o tema que deseja abordar. “A mensagem pode ser bem-humorada, didática ou informativa, mas precisa ter relação com os valores e a missão da empresa”, diz Carolina Terra, consultora e professora de mídias sociais da Faculdade Cásper Líbero, de São Paulo. 

E é preciso considerar que cada meio tem um público-alvo principal e uma linguagem mais adequada. Não adianta tentar reaproveitar os vídeos feitos para o Facebook, por exemplo, com a ideia de economizar tempo ou dinheiro – isso pode pasteurizar sua mensagem e afastar a audiência. 

As orientações também se aplicam a profissionais que querem chamar a atenção para suas habilidades ou gerar engajamento. “Vale a pena fazer posts sobre livros, filmes interessantes, exposições, eventos culturais e até ações de voluntariado”, afirma Carolina.

Continua após a publicidade
Publicidade