Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como estudar inglês se você não tem tempo (ou foco)

Aprender um novo idioma foi mais uma promessa que ficou para trás em 2020? Mudar alguns comportamentos pode te ajudar a tirar essa meta do papel.

Por Alberto Costa, Senior Assessment Manager da Cambridge English Atualizado em 3 nov 2020, 13h51 - Publicado em 3 nov 2020, 12h00

Todo final de ano é a mesma coisa! Rever a lista de metas que havíamos prometido cumprir e perceber que nem todas foram concluídas. Claro que em um ano tão peculiar, em que tantos planos precisaram ser adiados, deixar para o ano que vem um objetivo ou outro é mais que aceitável. Mas, se um dos seus desejos para 2020 era aprender inglês, saiba que esse plano não precisa necessariamente ser adiado para 2021.

Não existe hora certa para começar aprender um novo idioma e alguns comportamentos podem (e muito!) te ajudar a dar o pontapé inicial rumo aos estudos, principalmente quando o que falta é tempo ou foco. As dicas abaixo vão te ajuda a administrar melhor esses fatores e finalmente fazer com que o inglês seja uma prioridade. Veja:

Liste suas tarefas

A primeira coisa que você precisa fazer é entender de que maneira anda gastando o seu tempo. Que tal colocar em uma lista todas as suas pendências principais do dia e da semana para te auxiliar? Ao ter a visão do todo é possível ter uma melhor noção daquilo que é mais importante, do que é inadiável e do que pode ser feito em outro momento para que as horas sejam mais produtivas e alinhadas ao que se pretende alcançar ao longo dos meses.

O seu tempo livre pode ser otimizado para um momento de aprendizado. Existem diversos aplicativos que possibilitam o estudo do idioma em qualquer lugar e para diferentes habilidades (você pode tentar, por exemplo, o Quiz Your English, que promove duelos entre amigos e outros praticantes em todo o mundo em jogos rápidos de cinco perguntas cada e à medida que há o avanço o jogador ganha pontos para subir no ranking e moedas virtuais que podem ser trocadas por poderes e vantagens no jogo).

Outra opção que não requer tanta interação são os podcasts em inglês. Você pode ouvir áudios de assuntos variados, se divertir, e ainda aprender um novo idioma.

Continua após a publicidade
  • Final de semana também é dia

    Os finais de semana são geralmente dias mais tranquilos em relação a tarefas e trabalho. Por isso, contam com um estoque maior de tempo para se dedicar ao aprendizado de algo novo. Fazer um curso aos sábados de manhã, por exemplo, mesmo que de forma remota, pode ser uma boa opção. Em alguns momentos o ato pode parecer um sacrifício, mas é preciso trabalhar a mente para que ela te ajude a visualizar que seu esforço será recompensado quando você atingir sua meta, e que só você pode realizá-la.

    Qual é o seu horário mais produtivo?

    Algumas pessoas conseguem produzir mais durante a parte da manhã, outras funcionam melhor à tarde e algumas só a noite. Esse é um ponto importante que precisamos nos atentar. Descobrir o melhor horário para você faz com que o estudo seja mais proveitoso e menos maçante e investir em aulas de inglês durante esse período é uma boa saída para diminuir o risco de deixá-las em segundo plano. Por exemplo, se o único horário para ficar com as crianças é no período da noite, possivelmente esse é o compromisso prioritário da agenda. Nesse caso, busque outra opção para o idioma. Caso contrário, a chance de desistência é bastante alta.

    Estude com frequência, faça disso um hábito

    No início é complicado manter a periodicidade dos estudos e aplicar isso fora da hora das aulas também, mas é importante manter o foco e não “deixar a peteca cair” nesse sentido. Com o tempo isso vai se tornando algo mais fácil e corriqueiro, realmente parte da rotina. Além disso, é preciso ter em mente que a qualidade é mais importante que a quantidade! Não tenha pressa em avançar nas lições e tente entender bem cada ponto antes de seguir para o próximo, isso faz com que o aprendizado seja mais consolidado.

    Continua após a publicidade
    Publicidade