Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

531 mil empregos americanos ajudam Ibovespa a terminar semana no azul

PetroRio disparou 18,3% com anúncio de tratativas para a compra de campos de petróleo da Petrobras. Vale derrete quase 3% com colapso do minério de ferro.

Por Guilherme Jacques, Tássia Kastner 5 nov 2021, 18h35

Agradeça aos americanos: os 531 mil novos empregos gerados em outubro nos Estados Unidos deixaram investidores animados com o futuro da economia de lá, colocaram as bolsas nos positivo e deram uma forcinha para o Ibovespa. O nosso principal índice de ações subiu 1,37% nesta sexta, a 104.824 pontos – e conseguiu ainda terminar a semana no azul.

Não foi nada lá muito espetacular, 1,27%. Só o suficiente para trazer um alívio à Faria Lima, que vê Nova York enfileirar recordes enquanto a gente fica aqui chupando dedo.

Pudera. A taxa de desemprego deles caiu de 4,8% para 4,6% (enquanto a gente luta com índices acima de 13%) e os salários continuam subindo. Do contrário, as empresas não conseguem contratar. Mais que isso. O relatório de outubro mostrou que agosto e setembro não haviam sido tão ruins assim, e “apareceram” mais 235 mil empregos gerados nesses dois meses, e que não fizeram parte da estatística.

Aqui, por outro lado, a gente continua às voltas com manobras de Brasília para bancar uma bandeira política para Jair Bolsonaro em ano eleitoral. Trata-se da PEC dos Precatórios, que terá nova rodada de votação na Câmara na próxima semana. O presidente da casa, Arthur Lira, anunciou que trabalha para ampliar o placar – que no primeiro turno foi apertado. Mas por hoje investidores decidiram olhar para o lado e deixar esse problema para o futuro. 

E a bolsa brasileira trouxe histórias interessantes para os dispostos a olhar o copo meio cheio.

PetroRio

Quem liderou a alta foi a PetroRio, com uma impressionante valorização de 18,3%. Investidores gostaram de ver avançar a negociação da empresa para a compra de dois campos de petróleo na Bacia de Campos, colocados à venda pela Petrobras.

As novas áreas devem fazer a companhia produzir 55 mil barris a mais por dia, o que dá um aumento de mais de 50% em relação aos 35 mil barris extraídos atualmente. O negócio movimentaria US$ 4 bilhões, exigindo um aumento de capital da PetroRio, segundo a Ativa Investimentos, mas nada capaz de espantar investidores, pelo contrário. A valorização indica que o mercado está disposto a financiar o crescimento. 

O petróleo também deu sua contribuição, com valorização de mais de 2% (veja abaixo). Só que a Petrobras ficou para trás. As ações da estatal tiveram queda de 0,38% (PETR4). 

Bradesco

O segundo maior banco privado do país lucrou R$ 6,8 bilhões no terceiro trimestre, alta de 34,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O mercado considerou os dados sólidos e foi às compras. As ações ganharam 4,93%.

E mesmo assim, ele não conseguiu um lugar no top five, tão forte que foi a recuperação de ações de varejo e das companhias áreas, massacradas pelo pessimismo recente do mercado com a bolsa brasileira.

Das 92 ações do índice, 67 avançaram. Nisso, a pergunta que fica é como o Ibovespa não subiu mais.

Bem, a Vale derreteu quase 3% nesta sexta, culpa do novo tombo do minério de ferro lá no porto de Qingdao, da China. A commodity caiu quase 7% e voltou a ser negociada abaixo de US$ 100 a tonelada.

A maré virou de forma tão abrupta que a mineradora inclusive perdeu o posto de maior empresa do país para a Petrobras. Não tá fácil para ninguém. Bom final de semana. 

Maiores altas

PetroRio (PRIO3): 18,30%

Magazine Luiza (MGLU3): 12,27%

Continua após a publicidade

Via (VIIA3): 10,79%

Azul (AZUL4): 8,27%

Gol (GOLL4): 8,16%

Maiores baixas

Gerdau (GGBR4): -4,00%

Vale (VALE3): -2,97%

Gerdau Metalúrgica (GOAU4): -2,63%

Cielo (CIEL3): -2,55%

Bradespar (BRAP4): -2,26%

Ibovespa: 1,37%, aos 104.824 pontos 

Em Nova York

S&P 500: 0,37%, aos 4.697 pontos

Nasdaq: 0,20%, aos 15.971 pontos

Dow Jones: 0,57%, aos 36.328 pontos

Dólar: -1,49%, a R$ 5,5227

Petróleo

Brent: 2,73%, a US$ 82,74

WTI: 3,12%, a US$ 81,27 

Minério de ferro: -6,95% em Qingdao, na China, negociado a US$ 93,14 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)