Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Este DJ virou pizzaiolo para se reinventar na crise

Crise do coronavírus obrigou profissional a se reinventar em uma nova área

Por Monique Lima 1 ago 2020, 07h00

Matéria originalmente publicada na Revista VOCÊ S/A, edição 265, em 19 de junho de 2020. 

Fábio Augusto Barusco, de 38 anos, sempre teve espírito empreendedor. “Nunca trabalhei com carteira assinada, gosto de ser meu próprio chefe.” Por 15 anos, atuou como DJ profissional. A discotecagem começou como uma brincadeira, tocando em festas de amigos, mas logo se tornou profissão. “Fiz cursos e comprei equipamentos de som, iluminação e projeção.” O investimento, de 80.000 reais, foi feito aos poucos.

Com uma média de três a quatro eventos por semana, nunca faltou trabalho para Fábio. Até a crise do coronavírus. Desde que a doença avançou no Brasil, impondo medidas de isolamento social, sua renda caiu a zero. E ele precisou se reinventar, dessa vez como pizzaiolo em Ribeirão Preto, cidade do interior de São Paulo onde vive. “Eu tenho uma receita especial de massa de pizza de que gosto muito e que fazia em reuniões em casa. Era a hora de arriscar.”

No início de abril, ele e a esposa, Ana Catarina, compraram 300 reais em ingredientes e divulgaram em grupos de WhatsApp e em redes sociais para os conhecidos — Fábio acionou a forte rede de contatos que acumulou como DJ. A dupla esperava dez pedidos, mas passou de 30 já no primeiro fim de semana. E o empreendimento se estabeleceu. Com uma média de 50 pedidos diários, preparados numa cozinha industrial emprestada de um familiar, Fábio cuida da compra das matérias-primas e da produção das redondas, enquanto Ana Catarina fica com a parte financeira e o marketing. “Já temos nome, logo e a cozinha equipada. Quando a pandemia acabar, vamos reformar o local e abrir a Rock Pizza.”

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ S/A? Clique aqui e assine VOCÊ S/A.

Gosta da VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Continua após a publicidade

Publicidade