Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Dani Almeida Especialista em comunicação e fundadora da agência Rugido Digital.

O storytelling como ferramenta de vendas nas redes sociais

Um guia para criar postagens que realmente chamam a atenção e ainda reforçam o seu posicionamento.

Por Dani Almeida Atualizado em 2 jun 2022, 15h13 - Publicado em 2 jun 2022, 15h12

Era uma vez uma empresária, dona de uma rede de lojas de decoração infantil. Um belo dia, ela resolve gravar no seu perfil pessoal do Instagram uma série de stories contando sobre um modelo de berço que ela mesma tinha desenhado.

Dias depois ela mostra o produto, que acabara de chegar ao estoque da loja. No mesmo dia da postagem, em uma das lojas, uma das vendedoras atende ao telefone.

Na ligação, a cliente diz que ficou interessada em um berço que viu nos stories do Instagram. Intrigada, a vendedora responde que não haviam postado nenhum berço aquele dia. A cliente explica então que tinha visto o berço no Instagram da dona da loja e que queria comprá-lo para o quarto do filho que estava para nascer.

Essa história é real. E é um alerta sobre o poder do storytelling (o ato de contar histórias) na hora de criar conteúdo fera, aquele que posiciona e te ajuda a vender nas redes sociais.

Arrisco dizer inclusive que, com uma estratégia mais elaborada, em vez de um produto teriam sido vendidas dezenas deles.

Por que somos apaixonados por histórias?

A verdade é que o nosso cérebro é um pouco preguiçoso. Ele gosta de tudo que permita economizar energia no seu funcionamento.

Esse, segundo os neurocientistas, é o principal motivo de gostarmos tanto de histórias: elas organizam as informações de um jeito que faz sentido pro nosso cérebro, logo, ele não precisa se esforçar tanto para absorver aquelas informações.

E se eu entendo, eu confio. E se eu confio, eu compro.

Desde as cavernas, pinturas rupestres mostram histórias sendo contadas. Hoje, das tribos na África que ainda se reúnem ao redor do fogo, às palestras mais poderosas do TED, histórias conectam.

De forma intuitiva, os influenciadores na internet talvez tenham sido os primeiros a aplicar o storytelling no digital. Já notou que quando uma influenciadora conhecida fica grávida, por exemplo, a primeira coisa que ela faz é começar a contar essa história?

Muitas fazem o primeiro post mostrando o teste (positivo) de gravidez e esse já é um post patrocinado, ou seja um conteúdo desenvolvido em parceria com uma empresa. A partir de então, perceba que virão uma série de posts patrocinados com empresas que normalmente estão presentes na jornada de uma gestante.

Bons influenciadores, aliás, são ótimos contadores de histórias.

Empresas também podem (e devem!) contar histórias

O storytelling te ajuda a criar um contexto para sua marca, produtos e serviços. (Lembra que contexto ajuda a gerar confiança na cabeça da audiência e que confiança vende?).

Vamos imaginar que a sua empresa precisa promover um evento, cujo tema é “Como Aumentar as Vendas”. Vou te dar um exemplo de como eu construiria um storytelling para ajudar essa marca a vender ingressos usando as suas redes.

Antecipação

Postagens abordando oportunidades:

– 40% das pessoas afirmam comprar de pequenas e médias empresas;

– Comércio eletrônico em alta possibilitando vender com menores custos etc.

Postagens abordando o problema (dor):

– Pessoas enxergam vendas como uma ocupação, não profissão;

Continua após a publicidade

– Falta de comprometimento da equipe;

– Baixo uso de índices que mostrem o desempenho das vendas;

– Empresas que não valorizam a área de vendas e não têm processos eficazes;

– Dificuldade em ter bons gestores de vendas etc.

Todas as postagens acima teriam ao final uma chamada para ação no estilo “vem aí”, ou “reserve essa data”. Dessa forma, as postagens serviriam para gerar antecipação e expectativa em relação ao evento.

Interesse e Desejo

Postagens abordando possíveis soluções (geração de valor e autoridade no tema):

– Pequenas melhorias que podem e devem ser aplicadas ao processo de vendas para mais resultados;

– Ferramentas que ajudam a medir e ajustar a performance da equipe;

– Estratégias de engajamento dos colaboradores;

– Estratégias para aumentar as vendas na carteira de clientes atual (aumento de LTV) etc.

As postagens de soluções abordariam o “o quê fazer” com uma pitada de “como fazer” – já que o” como fazer” passo a passo vai ser entregue no evento.

Elas já teriam uma chamada para ação citando o evento e gerando vendas com o “garanta sua vaga agora”.

O calendário de postagens termina com ao menos três postagens de venda sobre o evento em si, direcionando para o link de compras.

Essa estratégia pode ser aplicada a qualquer nicho, sempre que houver um acontecimento, ou seja… datas comemorativas, lançamentos de novos serviços e produtos ou eventos, como foi o exemplo, em quaisquer redes sociais.

Agora, se você ainda duvida que o storytelling pode ajudar seu negócio, pegue o exemplo da Apple, Coca-Cola, Disney, entre outras marcas memoráveis. A verdade é que boas empresas vendem produtos e serviços. Mas as melhores contam histórias.

Te encontro nas redes!

Rugido Digital: https://rugidodigital.com/

Instagram: https://www.instagram.com/danialmeida/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/danialmeidaoficial/

YouTube: https://www.youtube.com/c/danialmeida

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)