Nível de inglês: como funcionam os exames de proficiência

Entenda a diferença entre testes multinível e os exames level-based

A comprovação do domínio do idioma, seja para estudar fora do país ou conseguir um melhor posicionamento no mercado, tem sido um item cada vez mais desejado no currículo. Mas, apesar da popularidade, por vezes o processo de certificação pode gerar grandes dúvidas e inseguranças, principalmente quando o candidato não conhece bem os critérios de avaliação do exame para o qual ele está aplicando. Para evitar essa sensação o primeiro passo é definir qual é o exame que melhor apóia seus objetivos e necessidades pessoais.

Veja também

A partir daí, uma estratégia que pode ser eficiente é aprofundar o conhecimento em relação ao formato da prova sobre as habilidades testadas, entender quais são os critérios levados em consideração para alcançar o resultado pretendido e alinhar suas expectativas em relação a nota que você deseja atingir. Informações do gênero podem ser encontradas facilmente no portal das universidades, dos centros aplicadores dos exames e até mesmo naqueles que proveem conteúdo.

Entretanto, há detalhes relativos ao modelo de cada prova e da forma de correção que nem sempre são muito claros. Mas que passarão a ser após a explicação abaixo, onde falaremos sobre a diferença dos testes construídos a partir do princípio de multinível e dos exames desenvolvidos com base no domínio de níveis.

Os chamados testes multinível podem ser enxergados, para facilitar o entendimento, como provas de verificação de nível. Independente de como o candidato tenha se preparado, eles medem o avanço e desempenho de cada pessoa dentro de uma escala. É como se fosse uma fotografia tirada no momento da prova e nela saísse registrada como está o seu conhecimento naquele exato instante. Ou seja, seu resultado é mutável e, por isso, geralmente o relatório emitido a partir da experiência possui prazo específico de validade, assim como cada instituição determina o intervalo de nota que será aceito.

Além disso, nem sempre eles avaliam as quatro habilidades fundamentais speaking (falar), listening (escutar), reading (ler) e writing (escrever): há casos em que é possível escolher qual delas você quer testar individualmente. Outra particularidade é que a avaliação oral é realizada de maneira individual, uma vez que não é possível presumir que todos os alunos possuem o mesmo nível de inglês para interagir.

A vantagem do teste multinível é que, justamente por não fornecer decisões de aprovação ou reprovação, os alunos são sempre motivados pelos feedbacks que recebem, isso os incentiva a alcançar níveis cada vez mais altos.

Já os exames level-based são aqueles construídos com base no domínio de um nível específico e que conferem certificados sem validade especificada pelo emissor. Sua elaboração leva em conta o processo do aprendizado e do estudo como um todo e a lógica que guia o resultado é que apenas quem absorveu o conhecimento de maneira sólida conseguirá atingi-lo. A partir disso, entende-se que dificilmente esse domínio será perdido.

Nesse formato, as provas sempre avaliam as quatro habilidades de forma orientada e consideram para o sucesso o cumprimento das tarefas pedidas. As partes voltadas ao listening e ao reading tendem a apresentar questões mais objetivas em formato de múltipla escolha e dissertativas. No writing é avaliada a coerência e a coesão do texto. O avaliador checa se o candidato sabe usar referências e se as frases escritas fazem sentido. E isso vai muito além de apenas ter a gramática correta. Já para o speaking os critérios são pronúncia e coerência. O resultado disso tudo é um certificado internacional totalmente isento e de muito prestígio.

Ou seja, saber essas informações para usá-las a favor do sucesso representa um diferencial no momento da escolha, no período preparatório e no cuidado para os estudos. Na estratégia traçada leve em consideração a necessidade de se ambientar ao tipo de prova, aos critérios de correção e aos pontos que serão cobrados.

*Alberto Costa é Senior Assessment Manager de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge especializado em certificação internacional de língua inglesa e preparo de professores.

Quer um desafio de inglês?

Confira  a sinopse de quatro filmes ganhadores em algumas das principais categorias da premiação. O desafio é ler o parágrafo e tentar descobrir de qual filme estamos falando.

Você consegue resolver este exercício de inglês sobre filmes do Oscar?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: