Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Empresa cria canal infantil para filhos de funcionários em home office

Iniciativa da Tecnobank, companhia de tecnologia bancária, surgiu após uma pesquisa de clima apontar que 30% dos profissionais residem com crianças.

Por Luciana Lima 24 out 2020, 10h00

Com o isolamento social e a suspensão das aulas, muitos pais estão penando para entreter os filhos no home office. Para auxiliar seus cem funcionários, que desde o início da pandemia estão trabalhando em casa, a empresa de tecnologia bancária Tecnobank criou o próprio canal infantil.

“Sabemos que mesmo as escolas que seguem com aulas remotas ocupam apenas um período do dia – no restante, os pequenos ficam ociosos, e os pais têm dificuldade de dividir a atenção entre eles e o trabalho”, afirma Michaela Vicare, diretora de Recursos Humanos da Tecnobank.

Agora, na intranet da companhia, vídeos do Palavra Cantada, livros do Ziraldo e lives de contadores de histórias convivem lado a lado com holerites e treinamentos corporativos. Batizado de TBkids, a ideia da plataforma surgiu após uma pesquisa de clima indicar que 30% dos empregados residem com crianças de até 14 anos.

“É muito bacana trabalhar em uma empresa que entende que, para o funcionário estar bem, ele também precisa cuidar da sua família”, conta Tiago Romio, pai da Joana, de 7 anos, e gerente de Operações da Tecnobank.

  • Mesmo com os percalços impostos pelo novo contexto, o home office caiu no gosto dos funcionários da Tecnobank. Ainda de acordo com a mesma pesquisa de clima, mais de 50% dos profissionais gostariam de um esquema híbrido, em que trabalhassem metade do tempo de forma remota e a outra parte no escritório, depois que a pandemia terminar. 

    “Outros 30% preferem trabalhar totalmente no modelo home office. Acreditamos que isso é fruto do apoio que oferecemos desde o primeiro dia de quarentena: enviamos cadeiras e computadores para as casas dos funcionários e passamos a auxiliar com os gastos mensais de internet energia”, completa Michaela, do RH. 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade