Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

5 habilidades do líder que se destaca em cenário de incerteza

Alexandre Kalman ,fundador da Hound Consultoria, fala sobre o perfil de liderança mais efetivo para enfrentar a crise

Por Alexandre Kalman* Atualizado em 17 abr 2020, 14h17 - Publicado em 17 abr 2020, 14h14

O ano de 2020 certamente ganhará um capítulo à parte nos livros de história. Algo que as próximas gerações estudarão com profundidade junto aos grandes eventos dos últimos séculos. Mesmo longe do seu fim, poucas vezes se viu uma crise atingir resultados tão rápidos e impactantes como a atual.

Apesar desses resultados devastadores na economia, nas empresas e na vida de todos nós, algumas lições e aprendizados começam a surgir em espacial quando avaliamos o perfil dos líderes que têm se destacado.

Conversei, nos últimos dias, com executivos C-Level de diferentes empresas e segmentos e a seguir tentarei resumir os cinco blocos de habilidades e competências de destaque hoje e também diante da incerteza dos próximos meses:

Lucidez
Um dos grandes desafios dos líderes é traçar diagnósticos. A depender do caminho adotado, o futuro será mais ou menos doloroso! Nesse cenário, ganha destaque o gestor que faz uma conexão lúcida entre a realidade e seu respectivo impacto no negócio. Não é uma tarefa fácil! Buscar o equilíbrio físico e mental, estar 100% antenado em relação aos acontecimentos e, acima de tudo, filtrar as informações é ponto de saída para a estruturação dos planos de ação e da estratégia de curto e médio prazo.

Humildade
Considerando que estamos diante um cenário jamais vivido e em ambiente de grande pressão, reconhecer a necessidade e importância de ajuda é uma virtude indispensável. Nessa toada, o líder passa a ter a responsabilidade não só de dividir seus problemas, como envolver-se nos demais, seja na organização, em grupo de melhores praticas de trabalho, grupos de Whatsapp, lives e até mesmo com amigos. Trata-se da famosa “corrente do bem”. Aqui trago à tona minha realidade, participo de três grupos de empreendedores com troca de informações para o bem comum

Comunicação:
A comunicação ganha ainda mais importância em tempos de incerteza. O líder nesse momento precisa saber ouvir e transmitir as mensagens de forma transparente, realista e periódica considerando seus diferentes públicos e perfis: colaboradores, pares, fornecedores e clientes! A dinâmica de home office influenciou bastante também na habilidade do líder nesse ponto.

  • Adaptabilidade/Flexibilidade:
    Nunca a expressão “mundo VUCA” – Volátil, Uncertain (Incerto), Complexo e Ambíguo – ganhou tanta notoriedade! A dinâmica global mudou radicalmente em pouquíssimo tempo o que faz com a liderança tenha a necessidade de se reinventar para acompanhar a realidade. E pelo que tudo indica essa velocidade de transformação tende a ser cada vez maior.

    Continua após a publicidade

    Alguns exemplos bastante recentes, como novamente o home office que até semanas atrás era inimaginável para diversas empresas e hoje é questão de sobrevivência, a adaptação das empresas ao comercio eletrônico ou à telemedicina nos traz uma boa reflexão.

    Diante disso, o líder que conseguir acompanhar essas mudanças, apoiando-se em diferentes metodologias e filosofias (Agile, Lean, Okrs), certamente terá uma boa vantagem competitiva.

    Segurança / Solidariedade / Empatia:
    A crise atual também trouxe à tona a necessidade da saúde e bem-estar da sociedade! Não é raro atualmente irmos ao supermercado e cumprimentar pessoas que não conhecemos nos corredores, assim como receber um e-mail finalizado com “cuide-se” ou ligações de amigos que não falávamos há tempos. O mesmo movimento pode ser visto por diversas empresas com a fabricação de produtos (máscaras, respiradores, álcool em gel), além de assistência às comunidades e doação de dinheiro. A empatia felizmente ganhou novo sentido. E que venha para ficar.

    Vivemos um período de transição importante e com um horizonte ainda bastante incerto. Muitas lições ainda serão aprendidas. Acredito que o líder que esteja preparado para essa nova realidade terá um destaque fundamental não apenas para a organização mas para a sociedade.

    Por que sua empresa precisa de mais empatia

     

    *Alexandre Kalman fundou em 2010 a Hound Consultoria, primeira empresa de recrutamento do Brasil dedicada exclusivamente aos segmentos de finanças e impostos e focados em cargos de média e alta gerência. Ao longo dos últimos 14 anos, conduziu mais de 5.000 entrevistas, sendo responsável por recolocar mais de 500 profissionais no mercado de trabalho.

    Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Você S/A?
    Clique aqui e assine VOCÊ S/A por R$ 9,90 por mês. E se você gosta da VOCÊ RH é só clicar aqui para ser nosso assinante, também por R$ 9,90 mensais.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade