Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Saldo positivo de investimentos estrangeiros na B3 chega a R$ 37 bilhões

Número equivale a 36% de tudo o que entrou em 2021 – ano que já tinha sido destruído todos os recordes nesse quesito.

Por Juliana Américo, Alexandre Versignassi 8 fev 2022, 09h05

Dolarizar os investimentos, ou seja, tirar a grana daqui e levar para as bolsas gringas, tem sido um mantra no mercado financeiro desde 2020. Mas falta combinar com os russos, e principalmente com os americanos, pois lá fora o movimento é justamente o contrário: nunca entrou tanto dinheiro de fora na B3. 

O carnaval ainda está longe, e já entraram R$ 37,3 bilhões em saldo positivo (a diferença entre a grana gringa que entra e a que sai. Isso dá pouco mais de um terço de tudo o que aportou por aqui em 2021 (R$ 102 bilhões).

Para comparar, seguem os saldos dos anos anteriores (note que em 2019 e 2018 deu negativo: saiu mais dinheiro gringo do que entrou):  

2020: R$ 5,4 bilhões

2019: – R$ 4,6 bilhões

2018: – R$ 5,6 bilhões

2017: R$ 35 bilhões       

2016: R$ 19,1 bilhões

Isso ajuda a explicar porque o Ibovespa subiu 6,5% em 2022 até agora, contra uma queda de 5,9% no S&P 500. Ou seja: há a percepção global é a de que as ações brasileiras estão baratas e o real, excessivamente desvalorizado. Como quase tudo o que cai tem de subir, não falta quem aposte numa virada positiva para o Brasil. E as apostas em si já fazem a bolsa subir, mesmo que as expectativas para a economia real, aquela medida não pelos índices de bolsa, mas pelo PIB, sigam na lama. 

Lá fora, os índices futuros dos EUA andam de lado, alternando leves altas e baixas (ou seja: sem definir grande coisa sobre o humor global de hoje). Por aqui, a expectativa maior fica para o pregão de amanhã: é o balanço do Bradesco, que sai hoje após o fechamento de mercado e que, além de falar sobre a saúde do banco, serve de termômetro para a economia como um todo.  

Na semana, a expectativa é pelo “IPCA” dos EUA, o CPI, que sai na quinta (10). Hoje, a inflação em 12 meses por lá é de 7%, a maior desde 1982. A expectativa dos analistas é de uma aceleração para 7,3%. Se vier muito mais do que isso, forte, sai de baixo: pode vir aumento dos juros do Fed até antes de Momo decretar seu reinado. 

Boa terça  

humorômetro: o dia começou sem tendência definida

Futuros S&P 500: -0,04%

Futuros Nasdaq: -0,10%

Futuros Dow: 0,04%

*às 8h50 

Europa

Índice europeu (EuroStoxx 50): 0,20%

Bolsa de Londres (FTSE 100): 0,40%

Bolsa de Frankfurt (Dax): 0,13%

Bolsa de Paris (CAC): 0,47%

Continua após a publicidade

*às 7h50

Fechamento na Ásia

Índice chinês CSI 300 (Xangai e Shenzhen): -0,55%

Bolsa de Tóquio (Nikkei): 0,13%

Hong Kong (Hang Seng): -1,02%

Commodities

Brent: -2,32%, a US$ 90,54

*às 7h50 

Agenda

8h O Banco Central divulga a ata do Copom da semana passada. 

market facts

COE de multiverso

O Itaú anunciou o seu primeiro produto financeiro com foco em empresas voltadas ao metaverso (ambientes virtuais). É um COE (Certificado de Operações Estruturadas) composto por quatro empresas: Meta, Intel, Roblox e Matterport. As duas primeiras são bem conhecidas: a dona do Facebook e a maior produtora de processadores do mundo. Já o Roblox é uma plataforma que permite a criação de universos virtuais; e a Matterport atua na digitalização de espaços físicos.

Balanço positivo

A empresa britânica de petróleo BP surpreendeu o mercado ao anunciar o seu maior lucro anual dos últimos oito anos: US$ 12,85 bilhões em 2021. O resultado do quarto trimestre foi impulsionado pela disparada dos preços do gás e do petróleo. A companhia conseguiu reverter os números de 2020, quando registrou perda de US$ 5,7 bilhões, por causa da queda na demanda por energia. A BP também aumentou suas metas de recompra de ações para US$ 1,5 bilhão por trimestre, ante os US$ 1,25 bilhão de anteriormente.

Vale a pena ler:

O custo da pandemia

20 milhões de famílias americanas têm crianças pequenas, com até cinco anos de idade. E a pandemia fez com os pais dos pequenos sofressem com a falta de apoio nos cuidados. Uma análise da instituição Century Foundation identificou que o mercado perde US$ 13 bilhões por ano, desde 2020, por causa do fechamento de creches. Cerca de 20% das famílias com crianças pequenas foram demitidas ou largaram seus empregos porque não tinham com quem deixar os filhos. Conforme relata a Fortune, mulheres e negros são os que mais sofrem: 23% das famílias negras com crianças pequenas perderam o emprego, em comparação com 13% das famílias brancas na mesma situação. Entre as mulheres, 18% relatam que deixaram ou perderam seus empregos, ante 14% dos homens. Leia (em inglês)

Abaixo da meta

Um estudo do New Climate Institute mostra que empresas não estão alcançando suas próprias metas de proteção ao meio ambiente. Além disso, costumam passar informações equivocadas sobre o cumprimento das metas atingidas. Entre as 25 grandes companhias analisadas, estão Apple, Amazon, Google, Vale, Volkswagen, BMW, Carrefour, JBS, Nestlé e Unilever. Elas são responsáveis por 5% da emissão global de gases do efeito estufa. E apenas três (Maersk, Vodafone e Deutsche Telekom) estão comprometidas em reduzir 90% das emissões de carbono de suas cadeias de produção. Leia a matéria completa

-

Antes da abertura, o Banco Pan divulga os seus resultados. Depois do pregão, é a vez do Bradesco e BR Properties.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)