Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Petróleo e minério salvam Ibovespa do caos em Wall Street

Rendimentos dos Treasuries, os títulos públicos americanos, atingem maior patamar em dois anos e machucam ações de tecnologia.

Por Bruno Carbinatto 18 jan 2022, 18h54

Investidores americanos voltaram do feriado de ontem enfrentando um dia nada fácil: os principais índices acionário dos EUA fecharam em forte queda nesta terça-feira, num pregão marcado pela aversão ao risco. Mesmo assim, o Ibovespa conseguiu se segurar, apesar do mau humor internacional, e fechou com leve alta de 0,28%.

O problema dos EUA não é exatamente uma novidade. O Fed, banco central americano, já anunciou que em 2022 vão rolar, pelo menos, três altas nos juros para combater a inflação. O mercado aposta em uma alta de 0,25 pontos percentuais já em março. Acontece que cada vez mais os investidores começam a apostar em um Fed ainda mais agressivo. Se antes o mercado esperava de três a quatro altas de juros neste ano, agora começou a trabalhar com a possibilidade de quatro a cinco subidas, segundo o CME Group. 

Mais: há quem aposte que, em março, o Fed suba a taxa em 0,5 pontos percentuais, e não 0,25, ainda que essa posição seja minoritária.

Fato é que o mercado enfrenta uma onda de incerteza com os próximos passos da economia americana. Nisso, os rendimentos dos Treasuries, que são os títulos públicos do governo americano, dispararam. Os com vencimento em 10 anos, por exemplo, subiram de 1,771% para 1,866%, o maior patamar em dois anos. 

Como os Treasuries são considerados os investimentos mais seguros do mundo, uma alta em seus rendimentos tira atratividade da bolsa – investidores correm para vender ações e comprar treasuries. Foi isso que aconteceu hoje: o S&P 500 fechou em baixa de 1,83%.

Um cenário de aumento nos juros machuca principalmente os papéis de empresas de tecnologia – tanto que o índice Nasdaq, que reúne ações do setor, foi o que mais sangrou hoje (-2,60%, no menor patamar desde outubro). Nessa onda de negatividade, seria o momento ideal para que essas empresas mostrassem resultados robustos para os investidores na temporada de balanços que se iniciou semana passada, com dados referentes ao último trimestre de 2021. Mas não parece ser o caso.

Segundo levantamento da Bloomberg, a expectativa é que os lucros das techs listadas no S&P 500 cresçam “só” 15% nesse período. Parece um bom número, mas é pouco comparado aos mais de 40% de crescimento registrados nos outros trimestres do ano. Quando consideramos só as big techs – Apple, Microsoft, Amazon, Alphabet (do Google) e Meta (do Facebook) –, o crescimento esperado nos lucros é de “só” 5%. Não parece ser o bastante para segurar o tranco que 2022 promete trazer.

Ibovespa

Por aqui, as poucas techs listadas no Ibovespa também sofreram na esteira do aumento do juros, com destaque para a Locaweb (LWSA3), que liderou as maiores perdas do dia com -10,61%. No ano, os papéis da empresa já desvalorizaram 41%.

Mas, apesar do caos em Wall Street, o índice brasileiro foi resiliente e, depois de passar o dia alternando entre o azul e o vermelho, fechou com uma alta de 0,28%. As ações ligadas às commodities ajudaram. 

Hoje o petróleo fechou no maior patamar em sete anos, colocando a Petrorio (PRIO3) no topo das maiores altas do dia (veja abaixo). O minério de ferro também avançou na China, e acumula alta de 7% no ano. A Vale (VALE3), ação com maior peso no Ibov, subiu junto: alta de 2,45%. Outros papéis do setor de mineração e siderurgia também fecharam no azul.

As manifestações de servidores federais por reajustes salariais marcadas para hoje foram consideradas esvaziadas, o que acalmou, por hora, os temores do mercado sobre os riscos fiscais, abrindo espaço para o índice subir.

Microsoft compra Blizzard

O noticiário desta terça-feira também destacou o anúncio de que a gigantesca Microsoft vai comprar a Activision Blizzard – empresa de games responsável por títulos de peso como Call of Duty, World of Warcraft, Candy Crush e Overwatch – por impressionantes US$ 69 bilhões. Em termos de valores pagos, é a maior aquisição registrada desde que a pandemia começou e a maior da história da Microsoft, superando com folga os US$ 26 bi da compra do LinkedIn, em 2016. 

Nisso, as ações da Blizzard dispararam 25% em Nova York, disparado no topo das maiores altas do S&P 500.

Até amanhã!

Maiores altas

Petrorio (PRIO3): 4,82%

Continua após a publicidade

Cogna (COGN3): 3,69%

Gerdau (GGBR4): 3,40%

BB Seguridade (BBSE3): 3,25%

Yduqs (YDUQ3): 2,94%

Maiores baixas

Locaweb (LWSA3): -10,61%

Banco Inter – Units (BIDI11): -10,43%

Alpargatas (ALPA4): -7,88%

BRF (BRFS3): -5,78%

Natura (NTCO3): -4,66%

Ibovespa: 0,28%, aos 106.667 pontos

Em Nova York

S&P 500: -1,83%, aos 4.577 pontos

Nasdaq: -2,60%, aos 14.506 ponto

Dow Jones: -1,51%, aos 35.369 pontos

Dólar: 0,61%, a R$ 5,5603

Petróleo

Brent: 1,19%, a US$ 87,51

WTI: 1,83%, a US$ 84,83

Minério de ferro: 1,59%, cotado a US$ 127,65 no porto de Qingdao (China)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VC S/A! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

App VC S/A para celular e tablet, atualizado mensalmente.


a partir de R$ 12,90/mês