Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Lucro da Petro impressiona, mas está na mira de Bolsonaro

Resultado pode compensar efeito daninho das ameaças de intervenção do presidente. Só que investidores começaram a sexta pessimistas no mundo todo.

Por Bruno Carbinatto, Tássia Kastner Atualizado em 29 out 2021, 08h24 - Publicado em 29 out 2021, 08h15

Bom dia!

Foi quase profético: pouco tempo depois de Bolsonaro dizer que a Petrobras “não deve ter lucro tão alto”, no fim da tarde de ontem, a empresa divulgou seus resultados do terceiro trimestre. E o que não faltou foi lucro: foram R$ 31,1 bilhões. Até as bombas de combustível de norte a sul do país sabiam que o número seria gigante, mas ainda assim ele veio bem acima do esperado pelo mercado (R$ 21,4 bilhões). Foi o suficiente para zerar o tombo dos ADR da Petro no after market em Nova York, que havia caído mais de 6% depois das críticas do presidente a sua política de preços e a história do tamanho do lucro da estatal.

Não foi o único estrago encomendado por Bolsonaro para esta sexta-feira, que começa negativa no mundo todo. A informação de que o governo pode decretar um novo estado de calamidade pública para pagar o auxílio de R$ 400 via créditos extraordinários piorou o já tão frágil cenário fiscal do país. A estratégia seria uma alternativa caso a PEC dos Precatórios não passe no Congresso – a votação está marcada para a próxima quarta-feira, mas as perspectivas não são boas.

A equipe econômica é contra a medida – mas, depois que Paulo Guedes aceitou furar o teto, ninguém mais acredita que há quem coloque limites aos anseios populistas do presidente em ano eleitoral. Nisso, as curvas de juros foram às alturas, e o dia pode amargar também na bolsa.

Para piorar, as coisas não andam tão bem lá fora. Os índices futuros dos EUA estão todos no vermelho, puxados para baixo após a divulgação dos balanços de duas gigantes da tecnologia, Apple e Amazon. Os resultados foram considerados fracos pelo mercado. Não só isso, eles confirmaram os piores medos dos investidores. A falta de chips e de mão de obra para as vendas de Natal, o que tem tudo para frear ainda mais a retomada econômica – a maçã chegou a dizer que a falta de componentes deve adentrar 2022. 

Bolsas pela Europa também caem após PIB da zona do Euro subir mais do que o esperado, juntamente com a inflação (4,1% em outubro), alimentando o medo de que um aumento nos juros esteja próximo, enquanto o Banco Central Europeu faz a egípcia e tenta sinalizar ao mercado que não, não pretende subir juros tão cedo.

Olhando pelo lado meio cheio, ao menos hoje investidores não podem colocar só no Brasil a culpa de tanto pessimismo.

Humorômetro - dia com tendência de baixa

Futuros S&P 500: -0,50%

Futuros Nasdaq: -0,91%

Futuros Dow: -0,13%

*às 8h03

Europa

Índice europeu (EuroStoxx 50): -0,95%

Bolsa de Londres (FTSE 100): -0,52%

Bolsa de Frankfurt (Dax): -1,19%

Bolsa de Paris (CAC): -0,72%

*às 7h39

Fechamento na Ásia

Índice chinês CSI 300 (Xangai e Shenzhen): 0,92%

Continua após a publicidade

Bolsa de Tóquio (Nikkei): 0,25%

Hong Kong (Hang Seng): -0,70%

Commodities

Brent: 0,02%, a US$ 84,34

Minério de ferro: -4,77 %, a US$ 107,28 por tonelada no porto de Qingdao (China)

*às 7h34

Agenda

9h30 Resultado do setor público consolidado, divulgado pelo BC. País deve ter superávit primário de R$ 1,75 bilhão em setembro

9h30 Gastos com consumo dos EUA em setembro

14h Leilão de nova concessão da rodovia Via Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro

market facts

Na mira

A Vale divulgou ao mercado ontem que a SEC, órgão regulador do mercado financeiro americano (equivalente à nossa CVM), notificou a empresa sobre a possibilidade de se abrir uma investigação em relação ao desastre de Brumadinho. Segundo a equipe da SEC, que recomenda que a investigação seja aberta, a mineradora pode ter violado as leis americanas que dizem respeito à divulgação de informações sobre a gestão das barragens da empresa, em especial a barragem de Brumadinho. Por enquanto, é só uma recomendação, mas, caso vá para frente, a SEC poderá acabar impondo medidas como multas à Vale.  No comunicado, a maior empresa da bolsa brasileira disse discordar da recomendação e que irá respondê-la no âmbito do processo. A Vale também é acusada pelo Ministério Público por homicídio e crimes ambientais devido ao rompimento da barragem de Brumadinho, que deixou 272 mortos em janeiro de 2019.

Financeiramente, isso é coisa do passado. Ontem, a empresa liberou seu balanço do terceiro trimestre e reportou um lucro de R$ 21,80 bilhões – um crescimento de 33,6% em relação ao mesmo período do ano passado, mas queda de 49,6% do trimestre passado. Entre o segundo e o terceiro trimestre, os preços do minério derreteram, e isso era sabido pelo mercado. Mesmo assim, os resultados vieram abaixo do esperado.

PPI vs PPE

Um grupo de caminhoneiros está prometendo uma paralisação nacional caso a Petrobras não mude sua política de preços do óleo diesel. A ambição é incomodar tanto quanto em 2018, claro. Eles criticam o modelo atual da estatal, a política de preços de paridade de importação (PPI), que leva em conta o preço do petróleo no mercado internacional e o valor do dólar, e pedem para que seja substituída por uma política de preço de paridade de exportação (PPE), baseada em custos nacionais. A crítica a PPI é que ela torna os preços da gasolina, óleo diesel e gás de cozinha muito caros e voláteis, enquanto uma PPE diminuiria os custos – uma proposta que não faz sentido, já que a Petrobras produz petróleo em abundância, mas não refina combustíveis o bastante para abastecer o país. Enquanto isso, o governo federal está confiante que conseguirá impedir uma greve generalizada. Vale lembrar que o próprio Bolsonaro, além de outras figuras políticas importantes como Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, vem tecendo críticas à PPI em meio ao aumento dos preços da gasolina nos últimos tempos.

Vale a pena ler:

Don Draper

Ontem, o Facebook anunciou que não se chama mais Facebook — agora é Meta. O novo nome, segundo a companhia, marca a mudança de foco para a nova tecnologia, o tal do metaverso. Neste texto, o Link explica o que é essa tecnologia. E este texto do Wall Street Journal explica como a troca de nome é uma tática comum de empresas. No caso do Facebook, veio a calhar. A empresa de Zuckerberg não sai do noticiário por uma série de denúncias de conivência com práticas danosas à democracia dos países. No melhor estilo Don Draper, se você não gosta do que está sendo dito, mude de assunto. Aqui, um texto (em inglês) explica por que empresas mudam de nome.

-

Usiminas

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VC S/A! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

App VC S/A para celular e tablet, atualizado mensalmente.


a partir de R$ 12,90/mês