Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Game over: game baseado em NFTs é encerrado, e deixa jogadores no prejuízo 

O F1 Delta Time acabou repentinamente, tornando inúteis objetos virtuais que chegaram a custar US$ 110 mil.

Por Bruno Carbinatto Atualizado em 12 Maio 2022, 18h28 - Publicado em 13 Maio 2022, 06h57

O F1 Delta Time era um jogo de corrida do tipo “play-to-earn” (jogue para ganhar): game que recompensa o jogador com criptomoedas próprias. A cripto aqui era o REVV. Para jogar, era preciso primeiro comprar três NFTs, os certificados digitais que autenticam a posse de algum item na blockchain do Ethereum. Nesse caso, um carro, um piloto e um conjunto de pneus.

A partir daí, a ideia era disputar corridas e receber mais criptos como recompensa, que poderiam ser usadas para aprimorar os equipamentos e assim vencer mais disputas, ou trocá-las por dinheiro real mesmo. Alguns NFTs de carros no jogo chegaram a custar mais US$ 110 mil.

O game foi um dos pioneiros do tipo, lançado em 2019. E a cotação do REVV chegou a saltar de US$ 0,01 para US$ 0,42. Mas o jogo deixou de existir repentinamente no dia 16 de março, pegando de surpresa seus jogadores. O motivo? Tratava-se de um jogo licenciado junto à Liberty Media, a empresa dona da Fórmula 1. De repente, os NFTs comprados perderam todo seu valor.

Para não deixar os jogadores totalmente no prejuízo, a Animoca Brands, empresa responsável pelo jogo, vai oferecer recompensas para quem perdeu seus itens em outro título play-to-earn, o “REVV Racing”. Mas a cripto agora vale pouco: está em US$ 0,06.

O episódio ilustra os perigos envolvendo NFTs. Por outro lado, o fato é que elas continuam bombando. No começo de maio, a Yuga Labs, os criadores das famosas NFTs Bored Apes, deram início a uma corrida do ouro ao vender lotes em seu futuro metaverso, o Otherside. No total, as compras somaram US$ 258 milhões e o frenesi foi tão grande que chegou a travar a rede Ethereum, onde rolam as transações.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VC S/A! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VC S/A, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

App VC S/A para celular e tablet, atualizado mensalmente.


a partir de R$ 12,90/mês