Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

4 formas de usar a música para aprender inglês

Canções podem ser úteis para desenvolver e exercitar habilidades em inglês, como a compreensão auditiva (listening) e a comunicação oral (speaking).

Por Alberto Costa, Senior Assessment Manager da Cambridge English Atualizado em 29 set 2020, 12h09 - Publicado em 29 set 2020, 12h00

A música faz parte das nossas vidas em diferentes momentos, desde os mais relaxantes, como a hora do banho, até nos mais sérios, como no trabalho. Mas, independentemente da funcionalidade de cada situação, a questão é que a música pode ser uma grande aliada para desenvolver e exercitar mais de uma habilidade em inglês, a compreensão auditiva (listening) e a comunicação oral (speaking). Ou seja, além de um hobby, a atividade por ser tornar uma extensão divertida dos estudos de outros idiomas, e até uma maneira de incluí-lo de forma frequente no dia-a-dia

E, se você é a pessoa que não desgruda dos fones de ouvido ou da caixinha de som, nós preparamos uma lista de dicas que podem ser valiosas para unir o útil ao agradável: música e aprendizado do idioma. Confira:

1. Escolha as músicas certas

Todo tipo de exposição é valido, isso é claro, afinal toda escolha pode contribuir para um avanço no domínio do inglês. Mas sem dúvidas vai ser mais difícil entender o que um heavy metal do Slipknot fala (ou grita, rs!), quando comparamos à músicas do Beatles, que já são famosas por seu fácil entendimento e palavras bem pronunciadas. Há algumas opções de faixas ou de estilos que são melhor pronunciadas do que outros, o que para quem está aprendendo faz bastante diferença em função da melhor compreensão auditiva.

Os Beatles são um bom exemplo pois as letras são fáceis e coloquiais, o que ajuda na clareza do entendimento e na assimilação de novas palavras para o vocabulário, e são reproduzidas em um ritmo mais calmo e possível de ser acompanhando por quem domina um nível mais básico ou intermediário.

Continua após a publicidade
  • 2. Atente-se às novas palavras, expressões e construções

    As músicas são um treino e tanto para quem quer agregar e aumentar o vocabulário em inglês. A partir delas conseguimos tirar inúmeras frases, expressões e modelos de construção de úteis para usar no dia a dia. Isso porque, elas são direcionadas para o público nativo, o que significa dizer que há uma combinação entre as regras mais formais de linguagem com maneiras coloquiais de se expressar, além de palavras, gírias e locuções atualizadas. Tudo o que precisamos para um domínio pleno do idioma.

    3. Traduza as letras

    Traduzir a letra da música é uma boa opção para checar se você entende o significado delas. Para isso, o ideal é iniciar com base no conhecimento que já se tem e procurar aquilo que não domina por meio do dicionário e não de ferramentas online de tradução automáticas. Isso é importante por que os dicionários monolíngues contêm informações detalhadas sobre como palavras e frases são usadas, e não apenas o seu significado, o que ajudará a assimilar o emprego de pronomes, phrasal verbs e outros pontos comuns de dúvidas, por exemplo.

    4. Solte a voz!

    Por fim, uma das partes mais importantes e também mais divertidas! Ao pronunciar a canção em voz alta, acompanhando a letra, você tende a trabalhar a musculatura do rosto para a fala e também entende melhor o que está cantando. A bagagem de conhecimento é adquirida por meio de uma tarefa que desperta prazer e isso propicia que a memória seja melhor ativada. E a repetição constante estimula o ganho no ritmo da fala. Mais do que quem canta seus males espanta, quem canta com o inglês avança!

    Continua após a publicidade
    Publicidade