Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

USP é a melhor universidade da América Latina em novo ranking global

A USP está no topo da América Latina segundo um dos mais renomados rankings de faculdades do mundo, da QS Quacquarelli Symonds

Por Camila Pati Atualizado em 10 mar 2020, 13h48 - Publicado em 3 mar 2020, 17h00

São Paulo –  O curso de odontologia da Universidade de São Paulo é 18º melhor do mundo na classificação de um dos mais renomados rankings de faculdade do mundo publicado pela QS Quacquarelli Symonds.

Na 10ª edição do QS World University Rankings by Subject, a USP possui mais cursos ranqueados entre todas as universidades da América Latina: Está presente em 40 dos 48 rankings por disciplina, sendo que em mais de 10 deles teve programas entre os  50 melhores. Além da USP, a Unicamp e a Unesp também tiveram programas  de odontologia classificados no top 50.

Os rankings de ensino superior da QS Quacquarelli Symonds estão disponíveis no site Top Universities e trazem análise comparativa do desempenho de 13.138 programas universitários individuais, cursados por estudantes de 1.368 universidades, em 83 locais em todo o mundo, divididos em 48 disciplinas acadêmicas englobadas por 5 grandes áreas.

A metodologia do ranking leva em consideração, a reputação do curso entre mais de 94 mil acadêmicos, reputação entre mais de 44 mil empregadores, citações por artigo, produtividade científica e impacto dos trabalhos publicados.

Do Brasil, 227 programas universitários brasileiros, oferecidos por 30 instituições de ensino superior; estão distribuídos entre os 48 rankings por disciplina. Na comparação com o ano anterior, o Brasil melhorou: 45 cursos de graduação subiram no ranking, enquanto 32 caíram.

  • “Depois de alguns anos difíceis para o ensino superior brasileiro, a décima edição do QS World University Rankings by Subject demonstra a resiliência das universidades do país. No entanto, o ensino superior brasileiro também deve dedicar maior atenção à questão da empregabilidade de seus graduados”, diz, em nota, Jack Moran, porta-voz da QS.

    No ranking apenas três dos cursos de graduação em destaque no Brasil estão entre os mais bem classificados entre os empregadores. “Sugerindo que instituições de outras nações latino-americanas estão cultivando graduados nos quais os empregadores têm mais fé”, afirmou Moran.

    Curso de engenharia civil e estrutural da USP tem os graduados mais empregáveis do Brasil

    O destaque de empregabilidade no Brasil é da USP. De acordo com responsáveis por contratação entrevistados ​​pela QS, o departamento de Engenharia Civil e Estrutural da USP possuí os graduados mais empregáveis ​​do Brasil.  O programa teve a maior pontuação do país, 90,2/100 para o indicador de Reputação entre Empregadores, que mede a opinião de empregadores com relação à qualidade dos graduados.

    Continua após a publicidade

    O alto nível de empregabilidade dos formados pela USP é um dos fatores que mantém a universidade na liderança brasileira. Todos os 28 programas de maior pontuação do Brasil no quesito reputação entre empregadores podem ser encontrados na USP.

     

    QS World University Rankings by Subject 2020: Os Top-50 Programas do Brasil
    2020 2019 Instituição Departamento
    18= 20= Universidade de São Paulo (USP) Odontologia
    29= 34= Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Odontologia
    33= 33 Universidade de São Paulo (USP) Engenharia de Minas
    37= 42= Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Odontologia
    42= 30= Universidade de São Paulo (USP) Línguas Modernas
    42= 27 Universidade de São Paulo (USP) Áreas relacionadas ao esporte
    43  44 Universidade de São Paulo (USP) Arquitetura / Ambiente Construído
    46  45= Universidade de São Paulo (USP) Engenharia Civil e Estrutural
    47  42 Universidade de São Paulo (USP) Geografia
    47= 45 Universidade de São Paulo (USP) Direito
    48  Universidade de São Paulo (USP) Veterinária
    49= 49 Universidade de São Paulo (USP) Agricultura e Ciências Florestais
    49= 51-100 Universidade de São Paulo (USP) Anatomia e Fisiologia

     

    Confira as piores e melhores universidades e faculdades do Brasil, segundo indicadores oficiais do MEC

    Dados divulgados pelo Inep indicam que 266 instituições de ensino superior, entre 2.052 avaliadas, não atingiram a nota mínima exigida pelo MEC no IGC (Índice Geral de Cursos) e poderão sofrer sanções.

    Faculdades e universidades: veja as piores segundo a avaliação do MEC

    A FGV EPGE – Escola Brasileira de Economia e Finanças aparece em primeiro lugar no ranking de faculdades, universidades e centros universitários com base no indicador oficial de educação superior do Brasil, o IGC (Índice Geral de Cursos), divulgado no dia 12 de dezembro de 2019 no site do Inep, referente ao ano de 2018. A melhor instituição pública de ensino superior da lista deste ano é o Instituto Militar de Engenharia (ITA).

    As melhores faculdades e universidades do Brasil, segundo o MEC

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade