Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mais internet e VR em dinheiro: empresas apoiam funcionários na quarentena

Companhias criam benefícios para ajudar funcionários que, por conta da epidemia de coronavírus, estão em home office

Por Luciana Lima Atualizado em 24 mar 2020, 11h11 - Publicado em 24 mar 2020, 08h57

Na semana passada, com a criação de medidas de isolamento social adotadas pelas cidades para impedir o avanço do coronavírus, muitas empresas foram obrigadas a aderir ao home office para continuar operando. E, embora 58% dos profissionais afirmem não receber suporte do empregador para realizar o teletrabalho, algumas companhias foram na contramão desse cenário e criaram diversas ações para apoiar os times durante o período de quarentena.

Entre as iniciativas estão desde subsídios para arcar com contas de internet, telefone e móveis de escritório até parcerias com aplicativos para a prática de exercícios físicos online. Veja a seguir algumas delas:

Subsídio para contratar planos de internet melhores

Desde a última segunda-feira, os 150 funcionários da startup de recrutamento Gupy estão trabalhando de casa. Para que os empregados não tenham a produtividade afetada e consigam executar as tarefas sem transtornos, a empresa disponibilizou um benefício para a contratação de planos de internet mais rápidos no valor de 100 reais para todos. A startup também entrou em contato com cada funcionário e ofereceu um auxílio para a compra de mesas, cadeiras e outros materiais de escritório.

 

  •  

    Chips de operadoras e aparelhos celulares 

    Outra empresa que também ofereceu suporte para que os funcionários trabalhassem remotamente foi a Contabilizei, plataforma de contabilidade online. Desde a semana passada, a companhia liberou o home office para os 398 empregados dos escritórios de São Paulo e Curitiba. Por conta disso, disponibilizou chips de operadoras e celulares para todo o time de vendas. A companhia também realizou um levantamento daqueles que necessitavam de equipamentos, como monitores e móveis de escritórios, e chegou a instalar internet para um dos funcionários que não possuía o serviço em casa.

    Vale-refeição em dinheiro e aulas de exercícios físicos online

    Já a Revelo, plataforma de recrutamento e seleção digital, liberou os 200 funcionários para trabalhar remotamente e criou, em parceria com o plano de saúde, uma central médica 24 horas para que eles tirem dúvidas sobre o coronavírus. Outra iniciativa é o pagamento do vale-alimentação em dinheiro para ser gasto de acordo com as necessidades de cada trabalhador. Por último, a empresa também estuda a parceria com aplicativos de educação física para oferecer gratuitamente aulas e treinos de exercícios físicos para o time.

    Em casa na quarentena?

    Veja cursos online (gratuitos ou quase) para fazer durante o período de isolamento social 

    Continua após a publicidade
    Publicidade