Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cinco profissões em alta no pós-pandemia

A quarentena pode até acabar, mas alguns cargos criados por ela vieram para ficar. Confira alguns dos mais interessantes.

Por Alexandre Carvalho Atualizado em 18 ago 2021, 10h48 - Publicado em 18 ago 2021, 10h47

Pode ser que você finalmente abandone o uso da máscara quando a pandemia acabar. De resto, quase nada será como antes. No trabalho, parte da jornada deve continuar no modo remoto. E novas carreiras deverão surgir para facilitar esse novo esquema, que até agora foi feito um tanto no improviso.

O Fórum Econômico Mundial previu uma série de profissões emergentes com potencial mercado de trabalho no futuro pós-pandêmico. Explicamos aqui as cinco mais interessantes.

Diretor de trabalho remoto

Com muito mais gente em home office, alguém precisa se preocupar com as condições desse pessoal. Estão com a tecnologia adequada? Têm mobília ergonômica? A comunicação com o escritório está fluindo bem? Facebook e Twitter já têm um executivo só para isso.

Arquiteto de ambiente de trabalho

Na volta para o escritório, ainda que de forma híbrida, seremos mais cuidadosos com as condições sanitárias do lugar. Esse profissional elabora o design do imóvel para que haja maior distanciamento entre as pessoas, as áreas sejam mais ventiladas, e planeja o número máximo de profissionais juntos no mesmo ambiente, na mesma hora.

Auditor de algoritmo

Um futuro menos presencial e mais online vai exigir algoritmos cada vez mais sofisticados, já que hoje eles ainda erram bastante. Tecnologias de reconhecimento facial da Microsoft, por exemplo, se confundem diante de rostos femininos de mulheres pretas em 35% das vezes, por terem sido melhor calibrados para diferenciar rostos de homens brancos.

Continua após a publicidade

Consultor de realidade estendida

Logo a indústria oferecerá tecnologias mais atraentes para que ficar de casa. E isso passa pela realidade aumentada. O especialista nesse tipo de imersão vai conectar artistas gráficos e engenheiros de software para promover uma experiência à distância mais realística – o que logo fará as reuniões por Zoom parecerem algo antiquado.

50% foi o aumento de vagas para cargos ligados à automação industrial nos EUA.

Gerente de equipe homem-máquina

Será mais seguro ter robôs em ambientes antes aglomerados. A revista Forbes informou que as vagas para cargos relacionados à automação industrial, como técnicos de robótica, aumentaram 50% nos EUA ano passado. Gerentes terão a missão de assegurar que a interação entre autômatos e organismos de carne e osso funcione em harmonia.

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade