Meta para 2020: pare de se comparar com os outros

É final de ano e são muitos os novos planos para 2020. Caso você ainda não tenha parado para rever o seu ano, Sofia Esteves te indica como fazer

Estamos chegando ao final do ano e imagino que você tenha muitos novos planos para 2020, não é? Caso você ainda não tenha parado para rever o seu ano, indico! 

Restabelecer metas, sonhar e se organizar para realizar os objetivos é o que nos mantém atentos e motivados a aprender constantemente, o que é de extrema importância de acordo com as habilidades requisitadas para os profissionais do futuro, como a criatividade e a curiosidade.

Mas, sabe o que pode te manter longe de realizar suas metas ou até nem lhe permitir começar a sonhar? A comparação!

Há quem ainda acredite, ou, pior, vivencie, a ideia de que o mercado de trabalho é um universo de tubarões e que para se chegar ao topo é preciso engolir os “mais fracos” e passar por cima de quem quer que seja para se chegar a uma realização de sucesso.

A boa notícia é que essa realidade está com os dias contados. Inúmeras pesquisas da Delloite, PWC, Companhia de Talentos e Wolrd Economic Forum apontaram que a humanização, a empatia e a conexão genuína pela confiança é que vão ditar o sucesso das empresas do futuro.

Pois bem, é muito comum e “natural” se comparar a outros profissionais, mas essa prática não tem nada de positiva. Em primeiro lugar, não há como se comparar a ninguém.

Apenas você conhece os desafios e privilégios que viveu e que construíram sua forma de compreender e se apresentar no mundo. Da mesma forma, aquela referência a que tanto você se compara também tem uma história própria.

Sendo assim, é impossível você trilhar o mesmo caminho que qualquer outra pessoa, então, comparar-se é se colocar em uma idealização bem difícil de ser conquistada.

Ou seja, nada permitirá andar com os calçados de outra pessoa, e isso só fará com que perca um tempo precioso de… ser você mesmo!

Originalidade! É disso que o mundo precisa. O mercado está com fome de boas ideias, soluções criativas e projetos e profissionais originais. E não estou falando das empresas controladoras e cheias de medo da inovação, que, a longo prazo, estarão fadadas ao fracasso.

O mercado em ascensão, o que vai permanecer e que ainda vai nascer nos próximos anos, é que precisa que você pare de se comparar o quanto antes!

A comparação normalmente te joga para baixo, fazendo você acreditar que não é bom o suficiente. 

Caso você faça parte de outro perfil, dos que tendem a se colocar acima de muita gente, muito cuidado. Esse comportamento também é uma armadilha que cega sobre o que você pode melhorar, levando à estagnação. Além do que, não há nada mais sem propósito do que ter o hábito de se validar em cima das “fragilidades” de outras pessoas. 

Uma grande perda de tempo! Você é muito mais do que isso. Entendo que a nossa cultura gerou competitividade, mas a nova era chama por colaboração e por autoconfiança. A minha dica de hoje é que, em vez de se comparar, você se inspire!

Inspiração é pura potencialidade. Ela motiva, alegra e abre a mente para novas ideias e perspectivas. Todos ao seu redor podem ser uma bela inspiração.

Que tal parar de ler esse texto por um instante e olhar em volta de si e ver o que tem de bom em cada colega de trabalho? Experimente fazer uma lista sobre as qualidades que você admira neles. Agora, faça a mesma coisa se comparando e perceba como você se sente melhor ao se inspirar do que ao se comparar. 

Lembre-se de que você também é uma inspiração e que dar o seu melhor é uma ótima forma de engajar os que te rodeiam a serem melhores também!

Esse é meu convite para que você finalize o ano com mais consciência sobre as suas potencialidades e que suas relações pessoais e profissionais saiam do campo da competição e se transformem em espelhos de inspiração, em que se relacionar é um eterno aprendizado de como você pode ir além, sempre.

Boa jornada! 

 (Divulgação/VOCÊ S/A)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s