Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Diogo Arrais Por Língua É professor de língua portuguesa, consultor de empresas, fundador do Arrais Cursos e criador do Canal Mesma Língua no Youtube

O segredo para ser um bom palestrante

Muitos palestrantes encontram o fracasso, na comunicação, por apresentarem algo de que duvidam; algo de que não gostam.

Por Diogo Arrais, professor de português (@diogoarrais) Atualizado em 9 dez 2020, 20h03 - Publicado em 28 out 2020, 12h00

O filósofo Denis Diderot registrou: “Só as paixões, as grandes paixões, podem elevar a alma à grandiosidade.” Neste nosso caso, o que vem a ser “paixão”?

É como define a professora Melissa Cardon:

“Um intenso sentimento positivo por algo de extrema importância para você, como indivíduo.”

Muitos palestrantes encontram o fracasso, na comunicação, por apresentarem algo de que duvidam; algo de que não gostam. Sem vibração, será muito mais difícil a batalha persuasiva daqueles que usam a palavra no dia a dia profissional.

Ciente de um propósito, de um porquê, Martin Luther King (mesmo repetindo diversas sentenças simples) criou apresentações contagiantes, até hoje citadas por milhões de pessoas. Sua paixão – conforme conceitua Cardon – delineava suas palavras.

Continua após a publicidade

É o volume vocálico, a entonação, a pronúncia das sentenças, o estilo textual? Tudo isso ajuda, mas falar (ou escrever) sobre o que se conhece é dar voz a belas analogias encantadoras. Nesse ponto, vale registrar que o hábito da leitura dará ao leitor embasamento, vocabulário, criatividade e observação dos aspectos gramaticais.

A timidez jamais vencerá alguém determinado a assumir publicamente sua paixão, porque esse ser dedicará boas horas à preparação e não quererá um texto meramente decorado; ele quererá palavras vívidas, intensas.

À mesa de um bom café, peça a um esportista generoso um discurso sobre sua mais marcante vitória. A esse minuto, o corporal dele mudará, os olhos brilharão, os termos virão com facilidade e os aplausos serão consequências de um profissional dedicado a um propósito. Ser aplaudido é apresentar-se com paixão.

Como achar esse sentimento? Uma pergunta, no meu instinto educador, pode auxiliar: sobre o que você gostaria de falar? Aos poucos, crie mais coragem e decida-se pelo caminho que lhe faz feliz. Sua palestra já tem muito para ser elogiável.

Um abraço e inscreva-se no meu canal!

foto/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade