Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Diogo Arrais Por Língua É professor de língua portuguesa, consultor de empresas, fundador do Arrais Cursos e criador do Canal Mesma Língua no Youtube

Manual de etiqueta do WhatsApp

Como em todo ambiente, a falta da polidez e a inconsciência quanto à palavra podem gerar ruídos, ambiguidades e péssimos resultados.

Por Diogo Arrais, professor de português (@diogoarrais) Atualizado em 9 dez 2020, 20h06 - Publicado em 11 nov 2020, 12h00

O WhatsApp tornou-se uma das ferramentas mais populares de comunicação, aqui no Brasil.  Há alguns anos, era uma estratégia para economizar, diante dos abusivos valores das ligações telefônicas. Hoje em dia, pelo comodismo, facilidade e hábito.

Como em todo ambiente, a falta da polidez e a inconsciência quanto à palavra podem gerar ruídos, ambiguidades e péssimos resultados ao falante (também escritor).

Produtividade

Com o grande sucesso dos “grupos”, o Whatsapp pode ser um grande vilão contra a produtividade, principalmente se as notificações ficarem ligadas.

Para aumentar a produtividade (e a consequente concentração no trabalho e na vida pessoal), já existem os que optaram pela “não notificação em tela de celular” de grupos e até mesmo de pessoas.

No entanto, para conseguir responder, uma saída está no uso do recurso WhatsApp Web.

Áudios longos

Antes de quaisquer gravações de áudios, é importantíssimo ter consciência sobre o texto a ser enviado. Uma ótima estratégia é escrever palavras-chaves antes da gravação. Caso não seja possível, fale para si o texto e grave.

Um tempo suficiente, em média, compreende 30 segundos a 1 minuto.

Haverá situações específicas, com exigência de mais tempo: pergunte, por favor, se há permissão para ser enviado o áudio (áudios longos têm enorme chance de não serem ouvidos e garantirem a deselegância com o ouvinte).

Continua após a publicidade

Conselho de amigo: não envie áudios, caso seja uma pessoa pública. Com o encaminhamento de mensagens, o risco de incompreensão textual será alto (dentre outras possíveis situações desagradáveis).

Figurinhas

Tons de informalidade podem garantir uma interação mais humana, descontraída, mas sensatez é uma qualidade dos diálogos construtivos. Evite quaisquer exageros.

Expectativas

    Cobranças tendem a gerar resultados ruins. Se o destinatário não respondeu a uma mensagem, ele pode estar ocupado, em reunião, viajando; como qualquer ser humano, pode não ter visto.

    Envie um lembrete. Se a segunda mensagem não for respondida, pode ser válido tentar entrar em contato por outro canal.

    Evite sofrer por antecipação, seja cortês e tenha paciência. Gentileza e o “não julgamento” devem estar em primeiro lugar.

    Língua portuguesa escrita e falada

      Desvios ortográficos, falta de concordância, pronomes inadequados, verbos excessivos, pontuação confusa: uma contratação pode não acontecer; uma negociação ficar duvidosa; um encontro ser adiado.

      A revisão textual resolve muitos problemas: previna-se!

      Um abraço e inscreva-se no meu canal!

      foto/Divulgação
      Continua após a publicidade
      Publicidade