Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Dani Almeida Especialista em comunicação e marketing digital. Já ajudou mais de 5 mil alunos e mentorados a conquistarem clientes e reconhecimento via redes sociais.

O que a sua foto de perfil nas redes diz sobre você?

Dani Almeida, especialista em marketing digital e nova colunista da Você S/A, mostra os três passos fundamentais para você transmitir a imagem que deseja.

Por Dani Almeida Atualizado em 22 jan 2021, 19h37 - Publicado em 22 jan 2021, 13h44

Dolly Parton meme

Antes que você pense: lá vem alguém com essa bobagem de “imagem é importante e blá blá blá”, presta atenção neste meme aqui em cima, que viralizou algum tempo atrás nas redes sociais:

O que era pra ser uma brincadeira da cantora e compositora Dolly Parton – hoje com 75 anos e que de fato postou a primeira versão do meme – ilustra muito bem como imagem comunica.

Basicamente, o desafio era postar uma foto sua que representasse sua imagem no LinkedIn (rede mais corporativa, digamos assim), Facebook (mais informal e até mais família), Instagram (mais fashionista, mas há controvérsias) e no aplicativo de paquera Tinder (acho que esse dispensa explicações, certo?).

Agora que você pegou o espírito da coisa: não, não estamos falando de construir um personagem aqui, ok?!

Portanto, esqueça aquela bobagem de que para estar bem você precisa de uma foto usando uma roupa social, terno, gravata etc.

Mas, sim, a sua foto de perfil precisa passar uma mensagem. Ela precisa mostrar o seu objetivo de imagem, ou seja, que imagem você gostaria de transmitir levando em conta a sua marca pessoal e a adequação ao seu negócio.

Por exemplo, se eu te mostrar a foto de um cara barbudo com roupas de motoqueiro, cheio de tatuagens, usando acessórios como pulseiras de couro e anéis pesados, você diria que essa é uma imagem adequada a um empreendedor?

Se você respondeu que não, cuidado. E se o empreendimento desse homem for uma loja de motos Harley Davidson, ou um bar focado em grupos de homens que são motoqueiros? A imagem seria super positiva e adequada, concorda?!

Mas como transmitir exatamente a imagem que desejo nas minhas redes sociais?

Separei três pontos aqui pra te ajudar.

1. Tenha clareza da sua essência. Liste valores que são importantes pra você e que gostaria de transmitir na sua mensagem. Nessa hora, vale muito estudar os 12 arquétipos de personalidades desenhados pelo psicanalista Carl Gustav Jung. Existem muitos livros sobre esse tema, recomendo fortemente o livro O Herói e o Fora da Lei.

O que isso tem a ver com o que a sua imagem comunica? Tu-do! No exemplo do nosso amigo barbudo, aí em cima, essa imagem tem forte conexão com a personalidade/arquétipo do Fora da Lei, que representa o rebelde, pronto para quebrar barreiras do cotidiano.

O Fora da Lei é aquele que deseja revolucionar o que estiver ao seu alcance. É o “espírito de bad boy”, o ovelha negra, visto como fora do seu tempo. Aliás, qualquer semelhança com os valores da Harley Davidson não é mera coincidência.

E aí, quais os valores da sua marca pessoal?

2. Agora que você tem consciência da sua marca pessoal e dos valores que deseja comunicar pro mundo, será que a sua imagem pessoal está transmitindo isso? Sim, roupas são embalagens que ajudam a vender o seu produto.

Tenho um amigo que é atleta e que fala de alta performance em todas as áreas. Hoje ele tem mais de um milhão de seguidores, mas quando estava começando a trabalhar as redes sociais dele, ele usava uma foto com um cardigan, uma peça que transmite uma imagem meio “antiquada”, digamos assim.

A foto dele de perfil não transmitia nada do que ele era (o cara é uma máquina, uma pessoa imparável), nem a autoridade que ele precisava transmitir como palestrante, escritor etc.

Não resisti e resolvi dar um toque. Ele na mesma hora colocou uma foto dele com microfone no palco. Depois, fez uma foto incrível com um profissional que, aí sim, transmitia a sua essência: força.

Continua após a publicidade

Será que você está transmitindo a sua essência, ou caindo no mesmo erro desse meu amigo?

Aliás, um outro erro que muita gente comete e que chegaram a sugerir a esse amigo é acreditar que todo mundo precisa usar roupa social pra passar uma imagem de respeito. Daí todo mundo recorre ao estilo clássico pra não errar. E fica todo mundo com a mesma cara.

Fora que muitas vezes, aquela imagem não está adequada ao mercado em que a pessoa atua. Um atleta pode até adotar um blazer bem cortado pra dar uma palestra. Só que ele pode respeitar a sua essência e subir ao palco de blazer, sim, mas com jeans e tênis. Assim, ele estará ao mesmo tempo bem arrumado e adequado à mensagem de informalidade que tem a passar.

Se puder, aconselho investir numa boa consultoria de imagem, leia-se uma profissional que vai respeitar a sua essência, o seu estilo e rotina, traduzindo tudo isso no seu objetivo de imagem.

Ah e não esqueça de estudar a mensagem das cores. Existem neurocientistas focados só no estudo da psicologia das cores aplicadas a marcas. Preto transmite autoridade; azul, credibilidade e confiança; branco, transparência. E por aí vai.

Consultoras de imagem tendem a querer impor a sua cartela de cores, conforme o seu tom de pele etc. Eu prefiro trabalhar com as cores que vão empoderar a sua mensagem – não apenas a sua imagem pessoal.

3. Faça fotos profissionais, pelo amor de Deus. As pessoas investem tanto pra construir uma carreira de sucesso, ou um negócio de sucesso ao empreender… Mas não dão valor a uma foto profissional.

Escolha um fotógrafo do qual você goste do portfólio. Converse muito antes pra alinhar as expectativas e esse profissional saber exatamente do que você gosta e do que você não gosta.

Por exemplo: eu não gosto de fotos muito tratadas. Gosto de iluminação que imita luz do dia. Também não suporto fotos com fundo branco que me lembram aqueles catálogos de vendas antigos…

Mas e você, o que prefere? Fotos em estúdio ou ao ar livre? Luz mais fria (esbranquiçada), ou mais amarelada? Tudo isso é importante alinhar antes.

Seguiu os três passos acima? Agora , escolha uma foto que será a sua imagem nas redes sociais e, ao contrário do meme da Dolly Parton no início da coluna… use a mesma foto em todas as suas redes sociais e aplicativos, como o WhatsApp.

Sim, você leu certo: to-das as suas redes.

Sabe qual a chave do sucesso do McDonald’s? A sua imagem ser exatamente a mesma, não importando do bairro, a cidade, o país, o continente. 

As pessoas não vão separar sua imagem no perfil pessoal no Facebook para a sua imagem no LinkedIn, não existe isso de imagem pessoa física e imagem pessoa jurídica nas redes, ok?! Aliás, isso é papo pra uma outra coluna. Até a próxima!

Dani Almeida
Dani Almeida/Divulgação

https://www.instagram.com/danialmeida/

https://www.linkedin.com/in/danialmeidaoficial/

https://www.youtube.com/c/danialmeida

https://www.linkedin.com/in/danialmeidaoficial/

Continua após a publicidade
Publicidade