Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A saúde em suas mãos

Com o cuidado integrado da saúde, você tem sua jornada acompanhada e é atendido com base em seu histórico médico, independentemente de onde esteja

Por Abril Branded Content Atualizado em 9 ago 2021, 23h39 - Publicado em 6 ago 2021, 10h00

A pandemia de Covid-19 afetou a prevenção e o tratamento de algumas doenças no último ano. O câncer de mama é uma delas. Dados do Instituto Oncoguia mostram que cerca de 800 000 exames não foram realizados em 2020, o que pode significar algo em torno de 4 000 casos desse tipo de câncer não diagnosticados. A vida de quem tem diabetes também foi impactada. Uma pesquisa da International Diabetes Federation (IDF) aponta que 59,4% das pessoas com a enfermidade observaram variação na glicemia e 38,4% adiaram ou cancelaram consultas médicas. Além das restrições de mobilidade, a falta de ações integradas de saúde, que estimulam a prevenção e os hábitos saudáveis, também contribuiu para esse cenário.

“O que acontece é que, na maioria das vezes, até buscar um atendimento, a pessoa já sofreu muito. Ou, quando busca, acaba indo ao especialista errado e não vê seu problema resolvido”, diz Sergio Cafalli, diretor da Dasa Empresas. Segundo ele, isso acontece pela falta de integração dos dados do paciente e a ausência de programas de promoção e orientação de saúde. “Ter um profissional de saúde com quem conversar desde o primeiro sintoma favorece o diagnóstico precoce”, explica o executivo.

Segundo a Dasa Empresas, a solução para esse cenário está na tecnologia, que é capaz de integrar os dados dos diversos serviços médicos pelos quais você passou na vida hospitais, laboratórios e consultórios. “Quanto mais as informações estiverem integradas, mais empoderado o paciente fica. Isso evita o desperdício de exames, por exemplo, e aumenta a satisfação com o diagnóstico e tratamento”, explica Cafalli. É o chamado cuidado integrado da saúde, ou seja, você tem toda sua jornada acompanhada, com a clareza de qual especialista procurar e quando é preciso ir a um pronto-socorro, e é atendido com base em todo o seu histórico médico, independentemente de onde esteja. Isso pode, inclusive, prevenir doenças. Imagine alguém lembrá-lo quando é hora de refazer seu check-up ou orientá-lo sobre o melhor médico para o seu caso. “A ideia é fazer com que a tecnologia trabalhe para melhorar nossa vida com ações simples. O objetivo da Dasa Empresas é viabilizar esse cenário”, completa Cafalli. 

De forma prática, a saúde integrada une os diferentes grupos envolvidos na prestação de serviços de saúde para que os atendimentos disponibilizados estejam consistentes e coordenados. E isso pode ser estendido a seus dependentes. Além de aumentar sua satisfação no atendimento médico, reduz a sinistralidade, que está diretamente ligada ao aumento dos custos dos planos de saúde.

Saiba mais em dasa.com.br/empresas

Continua após a publicidade
Publicidade