Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alta do bitcoin cria nova onda de pobres milionários

Dos 18,5 milhões de bitcoins existentes, 20% foram perdidos. Isso equivale a US$ 185 bilhões que evaporaram.

Por Tássia Kastner Atualizado em 18 fev 2021, 12h36 - Publicado em 18 fev 2021, 11h30

A onda que levou o bitcoin acima de US$ 50 mil* tirou do armário alguns pobres milionários. São os investidores que têm algumas unidades da criptomoeda tão bem guardadas que não conseguem usá-las.

O caso mais célebre é o do alemão Stefan Thomas e seus 7.002 bitcoins salvos em uma carteira digital, o equivalente a US$ 350 milhões. O problema é que ele escolheu uma senha realmente segura e agora não consegue mais lembrar qual é.

Stefan não está sozinho. Dos 18,5 milhões de bitcoins existentes, 20% foram perdidos, de acordo com a consultoria Chainalysis. São 3,7 milhões de moedas (e US$ 185 bilhões em dinheiro) que evaporou.

  • Existem casos ainda mais dramáticos. O britânico James Howells diz ter mandado um HD cheio de bitcoins para o lixão por acidente lá em 2013. Lá estavam armazenados o equivalente a 200 milhões de libras em bitcoins. Em reais, R$ 1,5 bilhão.

    Howells, desesperado para recuperar o hardware, tentou convencer o governo de Newport, no País de Gales, a ajudá-lo a revirar o lixão em busca dos bitcoins perdidos. Em troca, ofereceu 25% das criptomoedas. A resposta foi um não. Além de ser perigoso e carésimo revirar um lixão, as autoridades alegaram que não havia garantia de que o equipamento seria encontrado.

    Se você precisava de um bom motivo para descartar seu lixo eletrônico corretamente, eis um que vale R$ 1,5 bi.

    *US$ 50 mil era o valor do bitcoin quando essa notícia foi publicada no site e a base de cálculo de todos os valores. Para saber quanto está a mais famosa das criptomoedas, clique aqui.

    Continua após a publicidade
    Publicidade