Startup lança seguro de vida inédito para trabalhadoras domésticas

Serviço vendido online por Whatsapp pela O2OBOTS tem como público trabalhadores domésticos como faxineiras, diaristas, babás e cuidadores de idosos

São Paulo – Pela primeira vez o mercado de seguros brasileiro oferece uma modalidade exclusiva para trabalhadores domésticos. Faxineiras e diaristas, cozinheiras, babás e cuidadoras de idosos foram contempladas pela iniciativa da startup de inteligência artificial para o mercado de seguro, O2OBOTS, em parceria com a seguradora Previsul.

A solução tem como objetivo disponibilizar uma cobertura específica para o público. Com mensalidades que variam de acordo com o valor assegurado – que vai de R$ 5.000 até R$ 30.000 –, os pacotes também contemplam outros benefícios, como descontos de até 60% em medicamentos, check up médico uma vez ao ano, clube de vantagens Previsul e sorteio mensal de R$ 20 mil. Veja aqui.

O lançamento foi feito junto à base de clientes da plataforma que conecta trabalhadores domésticos a empregadores, CasaeCafé. Disponibilizado para contratações pelo próprio profissional ou pelo patrão para seu empregado, o atendimento é feito via WhatsApp, com uma inteligência artificial personalizada para canais de seguro.

Em conversa com VOCÊ S/A, os CEOs da O2OBOTS e da CasaeCafé, Leonardo Rochadel e Guilherme Silva, respectivamente, contam como foi criar o seguro e por que é um serviço importante.

Por que criar um seguro de vida para trabalhadores domésticos?

LR – A contratação de um seguro está sujeita a vinculação do profissional há uma profissão assistida pelas seguradoras e os cargos domésticos sempre foram desassistidos, uma demanda subjugada. A maioria dessa população de trabalhadores é composta por mães de família que não possuem um seguro pela falta de oferta, não necessariamente por uma questão financeira. Foi daí que surgiu a ideia do seguro para domésticas.

GS – Agora, em meio a pandemia do coronavírus, notamos uma urgência muito grande na preocupação com seguros que cobrissem doenças, mortes, funerais. Na pesquisa que disponibilizamos na plataforma do Casaecafé, o seguro de vida sempre foi demanda indicada como importante e de interesse.

Quem pode contratar e como?

LR – Empregadas domésticas, diaristas, cozinheiras, cuidadoras de crianças, idosos e animais. Todos são contemplados nessa modalidade de seguro. A contratação é feita pelo WhatsApp de forma muito simples. Há uma primeira pergunta sobre a data de nascimento, então o robô responde as cotações disponíveis para o perfil indicado. Se a contratação for solicitada, são feitas mais algumas perguntas sobre informações cadastrais e de beneficiários. Cerca de 5 minutos e tudo está pronto, com apólice recebida pela própria plataforma de mensagens.

Por ser uma novidade no mercado, como alcançar a base de usuários do serviço?

RL – Conectar a máquina de vendas com o ecossistema do CasaeCafé foi a forma mais direta de encontrar esse público. A partir daí também contamos com uma divulgação espontânea por parte dos segurados e incentivamos por meio de descontos de indicação. Uma grande sacada eu acredito que seja a facilidade de comunicação e contratação por meio do WhatsApp, dessa forma o acesso é fácil e também criamos uma linguagem simples.

GS – A parceria com o CasaeCafé foi justamente para um primeiro contato nesse sentido. Como a base da plataforma é muito grande, quase um milhão de trabalhadores, optamos por contatar os usuários aos poucos. Os primeiros 25 mil foram em março, desde então temos aumentado e até o final do ano já teremos oferecido a todos. É uma novidade para nós também, nunca oferecemos um serviço nesse sentido na plataforma e estamos aprendendo como é a melhor forma de contato, de comunicação e de disponibilização permanente. Até o momento a receptividade tem sido boa, tanto da parte dos trabalhadores como dos patrões.

Qual a expectativa em relação ao seguro?

RL – No primeiro ano a expectativa é de vender 2 mil apólices do seguro para os trabalhadores domésticos cadastrados na plataforma da CasaeCafé. Em 5 anos, desejamos estar protegendo pelo menos 90 mil famílias.  Também queremos aumentar a quantidade de seguradoras que fazem parte do serviço e diversificar os benefícios. O sucesso de números que esperamos é o de pessoas asseguradas e protegidas.

GS – Acredito que tem muito mercado a ser explorado para esse nicho. Trata-se de um segmento que é muito desassistido ainda e que tem demandas a serem exploradas. A proposta do Casaecafé cresceu para além de colocar profissional e empregador em contato, queremos agora oferecer uma maior quantidade de serviços e benefícios para esses profissionais.


Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ S/A? Clique aqui e assine VOCÊ S/A.

Gosta da VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: