Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Intenção de consumo fica estável após 10 quedas consecutivas

Na comparação com dezembro de 2014, no entanto, houve recuo de 36%

Por Agência Brasil Atualizado em 17 dez 2019, 15h24 - Publicado em 15 dez 2015, 13h00

BRASÍLIA – A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), subiu 0,1% na passagem de novembro para dezembro deste ano, depois de dez meses consecutivos de queda. Apesar da taxa positiva, a CNC considera que essa pequena variação é, estatisticamente, uma estabilidade. Na comparação com dezembro de 2014, no entanto, houve recuo de 36%.

De acordo com a CNC, dos sete componentes usados para medir a ICF, três tiveram crescimento na comparação com novembro. Melhoraram as avaliações das famílias sobre perspectiva profissional (2,4%), intenção de compra a prazo (0,8%) e perspectiva de consumo (0,3%).

Por outro lado, houve queda nas avaliações sobre o emprego atual (-0,9%), renda atual (-0,5%), nível de consumo atual (-1,1%) e momento para a compra de bens duráveis (-1,6%).

Na comparação com dezembro de 2014, houve piora nos sete componentes: emprego atual (-20,6%), perspectiva profissional (-20%), renda atual (-29,8%), compra a prazo (-39,4%), nível de consumo atual (-44,9%), perspectiva de consumo (-52,1%) e momento para duráveis (-51,4%).

Na avaliação da CNC, dezembro é sazonalmente caracterizado pela geração de postos de trabalho temporários e por maior consumo das famílias. No entanto, o período natalino deste ano deve refletir o “desaquecimento no ano de 2015 e não será animador para o mercado de trabalho nem para os consumidores”, informa nota da CNC.

(Por Vitor Abdalla)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês