Vagas e capacitação: EY levou adiante uma ação inédita em meio à pandemia

A EY oferece MBA em tecnologia 100% digital a todos os funcionários e segue com seu plano de contratações

São Paulo – Em vez de demitir ou substituir, qualificar. A decisão da EY de transformar seu quadro de funcionários para torna-los aptos a lidar coma transformação digital, tomada no segundo semestre do ano passado, colocou a empresa em um caminho de pesados investimentos em qualificação e mudanças em processos internos.

Não seria de se estranhar que a pandemia de coronavírus colocasse a estratégia em xeque. Investimentos em treinamentos e qualificação são os primeiros da lista de corte de curtos nas empresas. Mas a EY foi na contramão desse movimento.

“Quando a quarentena foi decretada já estávamos preparando a transformação digital dos processos de recrutamento e admissão. Tínhamos acabado de implantar as últimas etapas e decidimos continuar investindo”, diz Cristiane Amaral, sócia-líder de gestão de talentos da EY. A empresa mira pessoas que não necessariamente já tenham a habilidade técnica, mas que demonstrem potencial por meio de uma mentalidade inovadora.

Em um momento em que só se falava em demissões e cortes de custos, a EY aumentou em 55% a quantidade de horas investidas em treinamento e segurou demissões por perfomance, pelos dois meses seguintes. Por ter encerrado recentemente um ciclo avaliativo, a empresa tinha uma lista de profissionais que seriam demitidos por baixo desempenho. “Decidimos, investir nas pessoas e proteger os empregos”, diz Cristiane.

A estratégia de qualificação segue em curso após quase quatro meses de pandemia. A EY é a primeira consultoria a oferecer globalmente um MBA em tecnologia 100% digital a todos os funcionários interessados.

O MBA EY Tech é fruto de uma parceria com a Hult International Business Activity.“Os profissionais podem escolher três trilhas: tecnologia, negócios ou liderança transformadora”, diz Cristiane.

Há vagas para profissionais de diferentes níveis

Enquanto muitos profissionais de auditoria e consultoria se reinventam, a empresa também seguiu recrutando perfis específicos. Desde o começo da quarentena foram 190 contratações.

“Nossos clientes conseguiram continuar com seus trabalhos e demandas, por isso, decidimos que valia a pena a trazer pessoas como, por exemplo, cientistas de dados, desenvolvedores especializados em robotização, especializados em supply chain, tributos indiretos, gestão de negócios, agilistas, PMOs, scrum másters”, diz a executiva.

As oportunidades na empresa são tanto para profissionais mais experientes como também para quem está no começo de carreira. Dos novos contratados, 50 eram trainees.

O programa de jovens talentos da EY, um dos mais cobiçados do mercado, está com inscrições abertas. “É um grande vestibular, mais de 57 mil inscritos nesse último ciclo”, diz Cristiane.

Aos interessados em participar dos processos seletivos da empresa, ela indica que cadastrem o currículo no site de carreiras da EY ou no site do programa de trainee. O processo de seleção de trainee usa inteligência artificial, game de competências e os candidatos podem acompanhar tudo sobre a seleção em tempo real.

Home office, horários flexíveis, fim de semana de três dias

“Não há previsão de voltarmos para o escritório”, diz Cristiane. O trabalho remoto, regra hoje por conta da pandemia, já era realidade para os funcionários na consultoria. Além de trabalho remoto, a EY tem política de flexibilidade com horas que podem ser usadas para compromissos pessoais.

Os funcionários podem trabalhar com jornadas reduzidas ou optar por semana suprimida, que têm duas horas a mais em quatro dias e as sextas-feiras livres. Também existem políticas de licenças não remuneradas.

Para apoiar seus funcionários nesse momento de pandemia, a EY expandiu seu programa de saúde, implantou telemedicina com atendimento 24 horas e intensificou projetos ligados à saúde mental, com palestras e inciativas específicas com especialistas em bem-estar. As sessões de mindfulness fazem sucesso. “Tivemos mais de cinco mil participantes”, diz Cristiane.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ S/A? Clique aqui e assine VOCÊ S/A .

Gosta da VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: