Setembro amarelo: práticas que melhoram a saúde mental dos funcionários

Sessões de terapia, aula de ioga, meditação guiada. Saiba o que empresas estão fazendo para ajudar os empregados a ter mais bem-estar mental

O mês de setembro é marcado por iniciativas e discussões sobre a saúde mental. O tema, que tem ganhado força nas empresas por conta da pandemia do coronavírus, é urgente. De acordo com uma estimativa da Organizações Mundial da Saúde, os gastos com doenças psíquicas devem chegar a 6 trilhões de dólares até 2030.  Como prevenir é sempre melhor do que remediar, companhias estão investindo em práticas de qualidade de vida voltadas para o bem-estar mental. Veja o que três delas estão fazendo.

Terapia e aulas de ioga

Startup de educação médica, a Sanar está com seus 200 funcionários em home office desde o início da pandemia. Já imaginando que esse período de incertezas poderia deixar o time mais ansioso e inseguro, a empresa decidiu apostar em projetos de saúde mental. Entre os benefícios estão a oferta de duas sessões terapia online, auxílio financeiro e uma plataforma com atividades diversas, que vão de aulas de ioga a episódios de stand-up comedy.

Veja também

“Estamos recebemos feedbacks constantes de como as pessoas estão mais tranquilas em trabalhar de forma remota na quarentena”, diz Ubiraci Mercês, CEO da Sanar. De acordo com uma pesquisa interna, 80% dos funcionários da startup estão se sentindo adaptados ao home office – e o executivo acredita que o projeto de bem-estar mental ajudou a alcançar este índice. “A satisfação com as ações tomadas pela empresa também ajudou a aumentar a produtividade geral dentro da empresa.”

Um ponto importante para o CEO é estimular as pessoas a compartilhar seus temores, ansiedades e vulnerabilidades. “Temos rodas de conversa entre toda a empresa. Incentivamos as pessoas a falarem, trazerem seus pontos de vista sobre o que estão vivendo. Assim, ajudamos as pessoas a se reconhecer e entender que não estão sozinhas. É importante enxergar que um colega pode estar enfrentando desafios semelhantes ao seu. Dúvidas, medos e ansiedades do outro podem ajudar você”, diz Ubiraci.

A força do autocuidado

Autoconhecimento e autocuidado são questões fundamentais para tratar do equilíbrio psicológico. Por isso, a TopMed, empresa de soluções de saúde à distância, criou um programa de saúde mental que estimula os funcionários a refletir sobre seus hábitos e a se fortalecer para lidar com adversidades.

A companhia também desenvolveu um projeto de bem-estar físico que, consequentemente, melhora o equilíbrio psíquico.  O foco do projeto está no time comercial e a ideia é estimular toda a equipe a fazer 100 horas de exercício por mês. O interessante é que quando alguém não consegue se dedicar à atividade física, outra pessoa do grupo compensa. “Além de interação e engajamento, os ganhos têm impactado nos resultados da equipe, não somente por adoecermos menos em razão dos cuidados preventivos de saúde, mas por conta das atitudes de cuidado uns com os outros”, diz Carla Hoffman, diretora comercial da TopMed.

Meditação guiada

Diariamente, os funcionários da OiMenu, startup de cardápios digitais, têm a opção de iniciar o dia com uma aula de meditação online dada por uma professora de Kundalini Yoga. A iniciativa começou há três meses por sugestão da gerente comercial da empresa, que é entusiasta da prática. Isaac Paes, CEO  da OiMenu, embarcou na ideia. A meditação se tornou rotina e 80% dos funcionários fazem o exercício.

De acordo com o executivo, a prática tem ajudado muito no dia a dia. “Ficou claro para nós o quanto esses momentos de reflexão e espiritualidade fazem a diferença no equilíbrio emocional das pessoas, principalmente quando inseridos em uma rotina de trabalho”, diz Isaac. “Nossa ideia era trazer novidades para o time e apresentar diferentes formas de manter o equilíbrio e a saúde mental, porém, assim que sugerimos uma nova atividade, todos foram enfáticos em pedir que mantivéssemos a meditação.”

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: