Evento gratuito e online discute qual futuro queremos construir

Fórum .Futuro | Rio 2020 acontece no dia 18/11 e tem entre os participantes executivos como An Verhulst-Santos, presidente da L'Óreal, e Marco Stefanini

Quais são os futuros que desejamos construir? Este é o tema da conferência .Futuro | Rio 2020, que acontece no dia 18 de novembro, das 9h30 às 17h, e será transmitida online diretamente do MAR (Museu de Arte do Rio). O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas por meio deste link (clique aqui).

Para discutir como a tecnologia está transformando as sociedades e como nós podemos resolver os desafios gerados pela disrupção, 18 convidados vão debater quatro grandes temas:

Um Futuro Mais Eficiente: as tecnologias aportam soluções para tornar as empresas mais produtivas e eficientes. Como aproveitar dados na era smart e escolher as tecnologias corretas?

Um Futuro Com Propósito: frente às imensas possibilidades oferecidas pela tecnologia, empresas e executivos precisam definir o propósito de suas atividades unindo esforços de todas as áreas

Um Futuro Mais Humano: em um mundo tecnológico, capacidades humanas se tornam o diferencial para o sucesso. Empreendedorismo, liderança remota e colaboração são alguns dos temas abordados

Um Futuro Mais Inovador: a era das organizações “comando e controle” está chegando ao fim. Surgem novas formas de trabalhar e a inovação se torna essencial. Mas o que fazer e por onde começar?

Entre os convidados estão Mauricio Cataneo (presidente da Unisys Brasil e VP & CFO para América Latina); Marco Stefanini (CEO e fundador da Stefanini); An Verhulst-Santos (presidente da L’Oréal Brasil); Monique Evelle (COO da Sharp e LinkedIn Top Voice); e Karina Lima (vice-presidente regional de vendas da Salesforce).

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.