Empresas brasileiras são pessimistas em relação ao impacto do coronavírus

Levantamento realizado pelo Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (MERCO) mostra que os líderes do Brasil são os que têm menos esperança

Este texto foi publicado na edição 68 de VOCÊ RH.

As empresas brasileiras são as mais pessimistas em relação aos impactos do coronavírus nos negócios. Pelo menos foi isso que apontou um levantamento realizado pelo Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (MERCO), que entrevistou 403 executivos de comunicação em dez países da América Latina e na Espanha.

Segundo a pesquisa, apenas 3% dos profissionais brasileiros acreditam que a pandemia terá pouco efeito nos resultados financeiros e nos empregos das organizações. Já para os vizinhos chilenos e mexicanos esse índice é de 20% e 25%, respectivamente. A boa notícia é que, mesmo com o pessimismo, as companhias brasileiras são as mais preocupadas em promover ações de responsabilidade social — 87%, enquanto a média dos outros países é de 60%.

 (Arte/VOCÊ RH)

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.