Consciência negra: eventos online debatem a inclusão racial

A Virada da Consciência tem palestras sobre diversidade e lança índice que mede a igualdade racial nas empresas

Realizado pela Universidade Zumbi dos Palmares,  em parceria com Afrobras (Sociedade Afro-Brasileira de Desenvolvimento Sócio e Cultural), e com a Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, a Virada da Consciência chega à terceira edição discutindo temáticas étnico-raciais para comemorar o Dia da Consciência Negra. 

O evento é online, gratuito e acontece até 22/11. Entre as palestras, destaque para a Jornadas da Diversidade 2020, promovido pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial, que ocorre no dia 18/11 a partir das 9 horas. Os painéis discutem temas como:  ESG, investidores e inclusão racial; Ações afirmativas no ambiente empresarial: Intervenções de alto impacto; 2030 e o futuro do mercado de trabalho: inclusão racial e os desafios da década e mais.  Além de palestras, as Jornadas da Diversidade também lançam o Índice de Igualdade Racial Empresarial (IIRE), que se propõe a fazer uma avaliação do mercado de trabalho, postura e ações afirmativas das companhias, com reconhecimento para as empresas com comprometimento com a questão racial e destacando experiências de sucesso.

 

A Virada da Consciência conta também com eventos como o 9o. Seminário Internacional sobre segurança pública e privada, abordando o tema “É Floyds. Vidas negras importam e precisam respirar!”, com uma programação de palestras que vão até sexta-feira, 20 de novembro, e a premiação “Troféu Raça Negra” que acontecerá dia no dia 19, homenageando o legado do cantor Luiz Melodia.Empresas como Magazine Luiza, Ambev, Unilever e Santander devem participar. Para acessar a programação e assistir aos painéis é só acessar o site do evento.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.