Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Selic, exterior e R$ 5 bi para fundão eleitoral no caminho do Ibovespa

Dia começa com tom negativo lá fora, o que dificulta a vida do investidor brasileiro, mergulhado no próprio caos.

Por Tássia Kastner Atualizado em 27 out 2021, 08h27 - Publicado em 27 out 2021, 08h04

Bom dia!

Depois que a bolsa fechar, o Banco Central vai anunciar a nova taxa de juros do país. O mercado financeiro projeta uma alta de 1,5 ponto percentual nesta reunião, acima do que o BC vinha sinalizando. Isso levaria a Selic, hoje em 6,25%, a 7,75% ao ano. Tudo para conter a inflação enquanto o governo continua com o cofre aberto.

Mas o que pesa, mesmo, é a incerteza. O dinheiro para ampliar o Bolsa Família deve vir, agora, da PEC dos Precatórios — o texto que pedala as dívidas da União com a população e que a Justiça já mandou pagar. Ontem descobriu-se que a PEC abria a porteira para um fundão eleitoral de R$ 5 bilhões, ao mesmo tempo em que a oposição retirou seu apoio ao projeto. Arthur Lira, presidente da Câmara, disse que consultaria os parlamentares para checar o apoio à proposta antes de arriscar uma derrota.

Nisso, a fonte de financiamento do auxílio aos mais pobres vai ficando cada vez mais incerta, e o Orçamento do país, um caos. O ruído político tira a atenção até dos resultados das empresas que, neste começo de temporada, têm sido positivos. Nesta manhã, saíram resultados de Santander e Weg e ambas superaram as estimativas dos analistas.

Lá fora, os contratos futuros dos índices S&P 500 têm leve queda, um sinal de que investidores vão descer do 57 recorde batido só em 2021. Enfileirando máximas históricas desse jeito, nem precisa de motivos para colocar um trocado no bolso. Boa quarta.

 

Humorômetro - dia com tendência de baixa

Futuros S&P 500: -0,05%

Futuros Nasdaq: -0,13%

Futuros Dow Jones: -0,01%

*às 7h57

Europa

Índice europeu (EuroStoxx 50): -0,14%

Bolsa de Londres (FTSE 100): -0,23%

Bolsa de Frankfurt (Dax): -0,24%

Bolsa de Paris (CAC): -0,28%

*às 7h56

Fechamento na Ásia

Índice chinês CSI 300 (Xangai e Shenzhen): -1,31%

Bolsa de Tóquio (Nikkei): -0,03%

Hong Kong (Hang Seng): -1,57%

Commodities

Brent: -1,15%, a US$ 85,41

*às 7h55

Continua após a publicidade

Agenda

9h IBGE divulga o índice de desemprego do país no trimestre encerrado em setembro

14h30 Tesouro Nacional publica relatório da dívida pública

18h30 BC anuncia nova taxa de juros do país

 

market facts

Cortina de fumaça

O BTG Pactual chamou o plano de privatização da Petrobras de um sonho distante. Essa era fácil demais, já que uma definição de missão impossível é vender estatais a toque de caixa em ano de eleição. O BTG, porém, vai além, diz que as notícias de privatização são menos um desejo legítimo e sim mais um jeito que o governo Bolsonaro encontrou de dizer à população que a alta da gasolina e do diesel não é culpa dele. Se colar, colou.

Bilhões

O Santander deu a largada na temporada de resultados dos bancões no terceiro trimestre. E começou com o pé direito. O lucro do banco subiu 12,5% na comparação com 2020, a R$ 4,34 bilhões. Na esteira da alta de juros, o ganho do banco com empréstimos cresceu 18%, mas a expansão das reservas para cobrir eventuais calotes ganhou força, com alta de 26%.

Vale a pena ler:

Rendeu

Programas de mestrado e MBA podem ser bastante caros, mas têm chances de que o custo valha a pena. Um levantamento do Wall Street Journal descobriu que o ganho salarial nos dois anos seguintes ao ingresso nesses programas mais que compensou o valor do curso. Aqui, em inglês.

 

Temporada de balanços

Após o fechamento do mercado

Multiplan

Movida

LOG Commercial Properties

Intelbras

Odontoprev

Dexco

Telefônica

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Tempo é dinheiro. Informação, também. Assine VC S/A e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo de VC S/A. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro.

Cobertura diária do fechamento do mercado.

Receba mensalmente a VC S/A impressa mais acesso imediato às edições digitais no App VC S/A, para celular e tablet.


a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Análises completas sobre o mercado financeiro e cobertura diária do fechamento do mercado.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)