Estas são as situações mais irritantes do mundo do trabalho

Confira as principais notas e pesquisas sobre o que está acontecendo no mercado de trabalho

Matéria originalmente publicada na Revista VOCÊ S/A, edição 264, em 07 de maio de 2020. 

Um levantamento do site de recrutamento Zety, feito com 1.026 profissionais, mostrou que a falta de higiene é uma das questões que mais irritam os funcionários dentro de um escritório. De acordo com a pesquisa, colegas que não lavam as mãos após usar o banheiro, por exemplo, incomodam mais do que aqueles que não interagem muito com a equipe. Confira:

Tecnologia

A geração Z, de nascidos a partir de 1995, está conquistando o mercado de trabalho. E as empresas que vão receber esses jovens precisam estar preparadas para o novo perfil. Uma pesquisa realizada com 2.069 pessoas pela companhia de tecnologia Cognizant e pela consultoria geracional Center for Generational Kinetics revelou que os talentos dessa geração são pessimistas quanto ao impacto da internet na sociedade e se preocupam em manter seus dispositivos e softwares sempre atualizados: 40% deles gastam 3 ou mais horas semanais para fazer upgrades em celulares, computadores e outros gadgets.

Equidade racial

Para acelerar a promoção da diversidade no mercado de trabalho, a companhia de auditoria KPMG desenvolveu, junto com a empresa de educação EF — Education First, um programa de bolsa de estudos de inglês destinado exclusivamente a jovens negros. “Sabemos que o inglês faz muita diferença na carreira corporativa e não dá para exigir isso dos candidatos a uma vaga se você busca diversidade. Por isso criamos esse programa de formação”, afirma Patrícia Molino, sócia responsável pelo Comitê de Inclusão e Diversidade da KPMG. O processo seletivo de estudantes ou recém-formados, que já está em andamento, será encerrado no dia 20 de maio e escolherá 50 bolsistas para curso de um ano. Além das aulas, os selecionados participarão de encontros com a liderança da KPMG e terão acesso a conteúdos e cursos relacionados a temas como análise de dados, segurança digital, entre outros. “Esses encontros com nossa liderança vão ajudá-los a trabalhar as soft skills e se fazer conhecidos.” O candidato que se destacar durante o programa ainda poderá concorrer a um intercâmbio financiado pelas duas empresas.

Educação

Manter a interação entre as equipes durante o período de isolamento social é um desafio. para isso, a empresa de saneamento básico BRK Ambiental elaborou um programa de transmissão de conhecimento chamado Em rede, no qual os funcionários podem se voluntariar para apresentar workshops que são compartilhados remotamente com os colegas. “Nós estamos com 1.700 dos 6.000 funcionários em trabalho remoto e começamos a perceber algumas ansiedades, como o que fazer no tempo livre ou como lidar com os filhos. Então, criamos esse canal”, diz Lívia Borela, diretora de RH da companhia. As apresentações são feitas diariamente e já abordaram temas como fake News, saúde emocional e como tirar boas fotos pelo celular. Desde o início da quarentena, 1.500 pessoas já participaram das apresentações. “Também temos o apoio de uma psicóloga para ajudar equipes a enfrentar o isolamento. ”

Qualidade de vida

Se cuidar de equipes grandes já é um desafio em tempos normais, durante a pandemia de coronavírus se tornou algo ainda mais complicado. Para acompanhar a saúde de seus 14.000 trabalhadores, a operadora de telefonia Oi desenvolveu em menos de 48 horas uma ferramenta em seu aplicativo corporativo que colhe informações sobre a saúde dos empregados. “Nós estamos com 80% das pessoas em home office, e a tecnologia nos permite mapear o perfil epidemiológico das equipes. Os dados são analisados diariamente com uma ferramenta de business intelligence e compartilhados com nosso time de saúde”, diz Marcos Mendes, diretor de gente e gestão da companhia. Desde 20 de março, o sistema já recebeu 68.000 mensagens. Quando identificado um problema de saúde, os médicos e enfermeiros entram em contato com a pessoa — foram mais de
3.000 teleatendimentos. “Mais de 98% dos nossos funcionários estão bem, os casos de contaminação são poucos e não temos nenhuma internação ou falecimento.”

Funcionários da Oi: aplicativo interno checa a saúde do time | Fotos: Divulgação


Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de VOCÊ S/A? Clique aqui e assine VOCÊ S/A.

Gosta da VOCÊ RH? É só clicar aqui para ser nosso assinante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: