Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Patrícia Maldonado Por VOCÊ S/A Jornalista, trabalha com TV há 24 anos. Passou por Globo/SporTV, Record e Band. Ministra o curso "Perca o medo da câmera". @patriciamaldonado

Você não é “blogueirinho”, só está investindo no seu negócio

Quanto mais a gente se expõe, mais a gente recebe críticas. A questão é entender que não, isso não é um problema. Veja dez dicas para superar o medo do escrutínio público e mandar bem nos seus vídeos.

Por Patrícia Maldonado Atualizado em 2 jun 2021, 15h23 - Publicado em 1 jun 2021, 17h07

Muita gente me escreve dizendo que quando pega o telefone na mão para gravar vídeos para as redes sociais sente um misto de timidez e ansiedade num nível extremo e que, às vezes, a sensação chega a paralisar essas pessoas. Pois isso tem explicação. É que surgiu, há algum tempo já, um termo perjorativo que é usado sempre que alguém se expõe em vídeos no Instagram, Facebook, Youtube: é o famoso “blogueirinho”. 

Basta alguém começar a aparecer na própria rede social e já vem uma pessoa logo dizer: “Ih, fulano, virou blogueirinho”. Como se o fato de alguém estar investindo no recurso que mais engaja hoje em dia fosse algo ruim, depreciativo. Como se a pessoa quisesse ser famosa da noite pro dia, quisesse “se mostrar” (e se quisesse ninguém teria nada a ver com isso, aliás…). 

Mas o fato é que esses comentários – que, de novo, não têm o menor problema (porque eu aprendi a trabalhar com eles ao longo da minha carreira) – são o suficiente para algumas pessoas construírem uma barreira imaginária em suas mentes. E isso acaba impedindo o próximo passo, que é apertar o botão de gravar do celular. Isso pega lá no fundo em muita gente, já que um dos grandes medos humanos consiste em não ser aceito pelos outros.

Se esse é o seu caso, atenção: as críticas virão, faz parte. Quanto mais a gente se expõe, mais a gente recebe críticas. A questão é treinar para entender que nem todas as pessoas vão nos aceitar, e isso não é um problema. Não há o que se fazer. Ninguém consegue agradar todo mundo! Isso é impossível.

Aliás, as críticas são necessárias para que a gente cresça. Sem elas a gente permanece onde está. Quem não recebe críticas pode acabar ficando na média pro resto da vida. Então, se eu pudesse te dar um conselho eu diria: não fuja das críticas. Claro que é mais fácil se colocar numa situação de conforto só pra não ser criticado… mas isso não faz ninguém evoluir!

Enfim, pra te ajudar a vencer esse medo da crítica e de não ser aceito eu separei dez dicas para serem colocadas em prática toda vez que você for gravar. Tenho certeza que você vai se sentir bem mais confiante quando aplicá-las: 

1- Pense que as pessoas têm o poder que damos a elas.

Se você não der a uma pessoa o poder de te atingir com um comentário, por exemplo, ela, sozinha, não vai conseguir fazer isso! 

2- Não encare a crítica como uma verdade absoluta.

Exato: ela é apenas uma opinião. E tem que ser encarada assim! 

3- Controle sua respiração

Antes de começar a gravar, inspire e expire com calma. Pensando sempre que você está em busca de algo que pode ser muito bom pra você e para o seu negócio!

4- Treine em frente ao espelho 

Essa pode parecer outra dica boba de tão óbvia, mas funciona de verdade. Treinar em frente ao espelho antes de apertar o botão e começar a gravar vai fazer você se sentir mais familiarizado com as falas e mais confiante na hora da gravação!

Continua após a publicidade

5-Esvazie a mente

Feche os olhos e tente parar de pensar no que está acontecendo fora daquele ambiente e no que os outros vão pensar. Se concentre no que está fazendo e na mensagem que você quer passar pro seu público, pros seus seguidores!

6- Assuma o controle do seu vídeo! 

Quem sabe mais sabe sobre aquele produto ou serviço do que você, afinal? Você está divulgando algo que entende. Confie no seu potencial! Transmita autoridade! Não adianta nada adianta produzir um bom vídeo se ele não passar credibilidade para o público. Sei que seu mercado tem concorrência. Mas o jeito que você faz algum serviço ou o produto que você vende são únicos! E como mostrar esse diferencial sem aparecer? Pessoas gostam de pessoas, se conectam com pessoas e compram de pessoas!

7-Nada de improviso no início

Defina o que você quer mostrar no vídeo antes de começar, não faça de improviso porque a chance de errar é maior. Ao errar você vai se frustrar e perder a empolgação de continuar gravando.

8-Grave seus primeiros vídeos sozinho!

É isso mesmo: nada de plateia nesse início! Isso vai te ajudar a errar sem tanta preocupação, sem se cobrar tanto, lembrando que só você vai ver seus testes! E mais: tente se divertir fazendo isso. Não se leve tão a sério nesse início. 

9- Não mostre pra ninguém e nem poste nesse começo.

Repita o mesmo texto ao longo de uma semana e compare com os primeiros vídeos que gravou. Você vai ver grandes progressos! Mas, olha, cuidado ao compartilhar com pessoas que, por mais que gostem de você não sabem do assunto. Elas podem te travar com algum comentário bobo, mesmo que sem querer. 

10- Seja mais gentil com você mesmo

Você não gravava vídeos até ontem e agora vai começar a gravar. O material vai ficar 100% de cara? Difícil! Mas já vai estar melhor do que antes, quando você nem tentava! O feito é melhor do que o perfeito!

Continua após a publicidade
Publicidade