Headhunter, job hunter, outplacement e coach: qual é a diferença?

É importante entender qual é o papel de cada um desses serviços para encontrar o que faz mais sentido na sua busca por um novo emprego

Como vocês sabem, sou headhunter. E frequentemente sou abordada por profissionais querendo contratar o meu serviço para se recolocarem no mercado de trabalho. No entanto, quem contrata um headhunter são as empresas que demandam por profissionais para preencherem suas vagas, e não os candidatos.

Isso me deu certeza sobre algo que eu já supunha: essa área de atuação ainda gera muitas dúvidas nas pessoas. E em um momento em que o país conta com mais de 10 milhões de desempregados em busca de uma recolocação, é importante esclarecer as diferenças entre todos esses serviços para que os candidatos entendam como podem se beneficiar de cada um deles.

Headhunter

É um recrutador contratado exclusivamente pelas empresas para encontrar os melhores profissionais do mercado. Em geral, somos acionados quando se trata de uma vaga mais estratégica, ou um processo confidencial, ou até mesmo quando a vaga necessita de um perfil muito específico e/ou difícil de ser encontrado.

Normalmente, os profissionais que atuam em empresas de headhunter dividem a contratação por áreas de especialização dos profissionais que serão recrutados (finanças, engenharia, jurídica, RH, vendas, marketing e TI, por exemplo), ou por indústria de atuação dos mesmos (bens de consumo, varejo, industrial, tecnologia, construção, entre outras) e também por níveis hierárquicos (níveis executivos de diretorias e c-levels, média e alta gerência, coordenadores e analistas).

Essa organização faz com que o profissional tenha mais capacidade para se aprofundar na realidade do mercado, nas necessidades das empresas e na mão de obra disponível. O headhunter faz o acompanhamento de tudo o que ocorre no setor que ele atua. Por isso, sabe quem são os executivos-chave em cada organização e está por dentro dos movimentos de cada setor.

A rotina de um headhunter inclui uma atividade externa de conhecer muitas empresas, reuniões com líderes de negócio, tanto para entender o escopo das oportunidades, quanto para colocar no radar desses gestores os profissionais de destaque que tenham particular afinidade com o perfil da companhia. E também inclui a triagem diária de perfis, entrevistas com candidatos para o preenchimento de vagas, ou para composição do banco de dados, e o mapeamento dos anseios de carreira de alguns profissionais-chave.

É importante que você saiba que o headhunter é sempre remunerado pelas empresas e nunca pelos candidatos. Isso quer dizer que um profissional não pode contratar este serviço. Mas, nada te impede de enviar um currículo para um headhunter da sua área de atuação para que ele avalie e te considere em algum processo quando uma vaga surgir, sem que você tenha que pagar algo por essa ação ou que ele tenha obrigação de te apresentar para um empregador.

Tudo vai depender da afinidade do seu perfil com a vaga, lembrando que para cada oportunidade o headhunter é obrigado a apresentar à empresa entre quatro e seis candidatos. Mas, antes dessa etapa, ele faz um filtro técnico bem aprofundado para garantir que todos os profissionais selecionados são capazes de desempenhar a função em questão. Ele também faz avaliações comportamentais e de afinidade com a cultura organizacional, além de checar referências, entre outras informações listadas no currículo.

Job Hunter

O Job Hunter é um profissional contratado por pessoas interessadas em se recolocar ou se movimentar no mercado. Com base no perfil do candidato, ele sai em busca de vagas que estejam abertas no mercado ou aborda headhunters para verificar a oportunidade de inclusão do profissional em questão em algum processo que esteja em andamento.

Caso a sua opção seja contratar um job hunter, sugiro que seja realizado um acordo de que o acerto financeiro acontecerá apenas após a sua contratação em uma vaga que ele indicar. Digo isso, porque sei o quanto é difícil fazer esse mapeamento de mercado e chegar nas pessoas responsáveis pelo preenchimento de uma vaga. A maior parte das oportunidades são confidenciais ou não estão anunciadas.

Outplacement

São empresas que ajudam profissionais que estão em transição de carreira a se organizarem na busca por um novo desafio. O trabalho dessas companhias começa com o acolhimento e aconselhamento da pessoa que foi desligada de uma organização, passando pela preparação do currículo e orientações para a entrevista.

Em geral, esse acompanhamento dura cerca de seis meses. Os profissionais de outplacement também enviam currículos aos headhunters quando sabem de uma vaga que está sendo trabalhada. Esse serviço pode ser um benefício oferecido pela empresa que demitiu o profissional, mas também pode ser contratado diretamente pela pessoa física, o próprio profissional interessado nessa recolocação.

Coach

O serviço de coach é importante para direcionar a vida pessoal ou profissional de alguém. O diferencial desse profissional está na capacidade de fazer as perguntas certas para que a pessoa possa encontrar o próprio rumo.

Mas, assim como em todos os outros serviços que citei, sugiro atenção na escolha do profissional que vai te ajudar. Pesquise o currículo, busque referências com conhecidos e procure histórias de sucesso que ele tenha ajudado a construir. Um coach experiente e com boa reputação pode ajudar muito em objetivos específicos, como preparo para um cargo de gestão, identificação de pontos do perfil comportamental que precisam ser melhorados ou descoberta do novo rumo da carreira, por exemplo.

É trabalho do coach ajudar a pessoa a pensar nos próprios desejos, necessidades e entendimento de realização, entre outras coisas. Aqui, é importante que você saiba que o coach analisa o presente e o futuro. Caso você precise fazer uma avaliação mais interna, com base em experiências do passado, o mais indicado é que você procure um psicólogo.

Espero que essas explicações tenham esclarecido um pouco suas dúvidas a respeito das diferenças entre os serviços. Se você ainda tem questões sobre o tema, estou à disposição.

Boa sorte nas suas escolhas!

 (Divulgação/VOCÊ S/A)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s